Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

"Deixem o bebé morrer". Pais transtornados com cartaz que apela a morte

Um bebé de quatro meses luta contra duas doenças raras e há quem apele a que os pais parem de fazer pedidos de doações e deixem "o bebé morrer".

"Deixem o bebé morrer". Pais transtornados com cartaz que apela a morte

Os pais de uma criança diagnosticada com duas doenças raras receberam indicações para pararem de pedir doações, com vista a suportar as despesas médicas, e a deixarem "o bebé morrer".

A família Ahlers, indignada com a situação, colocou seis cartazes junto ao centro comercial Franklin Park, no Ohio, EUA, para apelar à consciencialização relativa ao próximo evento de angariação de fundos para o seu filho de quatro meses, RJ.

Dias depois, revelou o pai da criança à estação televisiva WTVG, a família encontrou três cartazes colocados próximos dos seus onde se podia ler: "Parem de pedir dinheiro. Deixem o bebé morrer. Chama-se Darwinism. Festas felizes".

O progenitor acrescentou ainda: "Vi aquilo e imediatamente tirei o cartaz dali. Havia mais alguns, mas alguém, algum bom samaritano deitou-os ao chão".

O bebé de quatro meses nasceu com duas condições raras, Agenesia de corpo caloso - uma condição genética que afeta o desenvolvimento do cérebro - e Trissomia 9 em mosaico, uma rara anomalia cromossómica.

Até outubro, a família tinha conseguido angariar quatro mil dólares (cerca de 3.600 euros) na plataforma GoFundMe para pagar um raro teste de genética. Agora, os cartazes que a família difundiu tinham como objetivo divulgar um evento de angariação que irá decorrer a 15 de dezembro e que visa cobrir despesas médicas adicionais.

Em resposta aos cartazes que apelam à morte do bebé, a mãe respondeu: "Queremos criar o nosso filho para não retribuir o ódio. Queremos combater o ódio com amor. Obviamente que sabemos que alguém que fez isso está perturbado e esperamos que essa pessoa tenha ajuda".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório