Meteorologia

  • 20 NOVEMBRO 2019
Tempo
16º
MIN 11º MÁX 16º

Edição

"Por favor, vá-se embora da minha cidade". Os dias difíceis de Boris

A visita do primeiro-ministro à cidade de Morley foi no mínimo atribulada e demonstrou a insatisfação do povo britânico para com o seu desempenho como líder do governo.

"Por favor, vá-se embora da minha cidade". Os dias difíceis de Boris

O cargo de primeiro-ministro britânico, assombrado pelo sempre presente fantasma do Brexit, não tem sido um desafio nada fácil para os moradores do número 10 de Downing Street. Theresa May pode atestá-lo, depois do seu esforço inglório para tentar convencer os deputados da Câmara dos Comuns a aprovarem o acordo que estabeleceu com Bruxelas para o Brexit. Mais recentemente, é Boris Johnson quem já parece ter percebido que estar no lugar de May está longe de ser um sonho cor-de-rosa.

O primeiro-ministro viu os deputados aprovarem legislação para adiar novamente o Brexit, quando pretendia concretizar a saída do bloco europeu até ao dia 31 de outubro, mesmo que sem acordo. As suas pretensões de eleições antecipadas dificilmente serão satisfeitas (o parlamento britânico vai voltar a debater esta segunda-feira essa proposta).

Membros do seu governo demitiram-se, incluindo o seu irmão Jo, e a sua popularidade junto dos britânicos já teve melhores dias. Algo que pôde ser comprovado durante uma visita de Boris Johnson à cidade de Morley na passada quinta-feira.

Como se pode constatar num momento captado pela BBC, um dos habitantes de Morley não teve qualquer problema em ser honesto com o primeiro-ministro ao encontrá-lo na rua. Cumprimentou Boris Johnson e ao mesmo tempo disse-lhe “Por favor, vá-se embora da minha cidade”. A reação do líder britânico foi cordial. “Irei, muito em breve”, respondeu o primeiro-ministro, afastando-se.

Mas Boris Johnson voltou a ser interpelado mais tarde por outro cidadão de Morley, este mais insatisfeito.

"Está a fazer jogos com o povo. Todos sabem disso desde que foi eleito. Devia estar em Bruxelas a negociar. Onde estão a decorrer as negociações? Você está aqui, em Morley, Leeds. Devia estar em Bruxelas, a liderar o povo britânico para negociar contra a saída da União Europeia”, atirou o homem.

Perante isto, Boris Johnson respondeu que o governo tem estado a negociar com Bruxelas e que vão “conseguir um acordo”. Mas as suas palavras não convenceram o habitante de Morley.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório