Meteorologia

  • 26 JUNHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 19º

Edição

Homem que ajudou mulher em fase terminal a morrer fica em liberdade

Casal estava à espera que a lei da eutanásia fosse aprovada, mas como acabou por não acontecer, o marido decidiu ajudar a acabar com o sofrimento da companheira.

Homem que ajudou mulher em fase terminal a morrer fica em liberdade

O homem detido por ajudar a matar a sua mulher, vítima de uma doença em fase terminal, ficou em liberdade e sem medidas cautelares, após comparecer, esta noite, perante um juiz.

A mulher de Ángel Hernández, María José Carrasco, foi diagnosticada há 30 anos com esclerose múltipla, e morreu esta quarta-feira depois de o marido lhe dar arsénico para a ajudar a morrer. Fê-lo a pedido da mulher que por diversas vezes lhe pedira que a ajudasse a partir.

O juiz decidiu não apresentar nenhuma medida cautelar contra Ángel, e decidiu que seja investigado em liberdade pelo crime de cooperação em suicídio, avança a ABC espanhola.

Recorde-se que após a morte da mulher, o homem alertou as autoridades e confessou que havia tido um papel na morte porque a esposa lhe tinha pedido. Acabou por ser detido e acusado de homicídio.

Para que houvesse provas de como tudo decorreu, o homem gravou um vídeo do momento em que administrou a substância a María José.

Segundo a imprensa espanhola, María José dependia dos cuidados do marido desde que a doença começou a piorar. O casal estava à espera que a lei da eutanásia fosse aprovada, mas como depois acabou por não acontecer, o marido decidiu ajudar a acabar com o sofrimento da companheira.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório