Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Grupo religioso pede desculpas por contribuir para surto de sarampo

A organização japonesa Kyusei Shinkyo é anti-vacinas e defende que a "medicina provoca doenças".

Grupo religioso pede desculpas por contribuir para surto de sarampo

O Japão está a enfrentar um dos piores surtos de sarampo da última década. De acordo com dados divulgados pelo ministério da Saúde japonês, até ao dia 10 de fevereiro há registo de 167 pessoas que contraíram a doença. 49 desses casos verificaram-se na prefeitura de Mie. É esta quase meia centena de casos que está a ser imputada na sua quase totalidade ao grupo religioso Kyusei Shinkyo, adianta o Quartz.

O vírus terá sido contraído durante um workshop desta organização realizado no ano passado. A organização é anti-vacinas e acredita que a “medicina provoca doenças”, que podem ser tratadas através da “Luz Divina”, como defendem.

No final do janeiro, o Kyusei Shinkyo emitiu um comunicado no qual pedia desculpas pela sua responsabilidade no surto de sarampo, afirmando que ia rezar por todas as pessoas afetadas pelo vírus e cooperar com as autoridades de saúde para evitar que o surto de sarampo se espalhe mais.

O grupo admitiu ainda que alguns dos seus membros não tinham sido vacinados e ficaram infetados.

O Kyusei Shinkyo acrescentou que iria deixar de publicar testemunhos de “milagres” no seu site. Num desses testemunhos, uma mulher dizia em 2008 que tinha abandonado a medicina em prol dos tratamentos ‘naturais’ do grupo que ajudaram a curar o seu reumatismo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório