Meteorologia

  • 25 OUTUBRO 2021
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 23º

Edição

Diretor de agência russa acusada de envenenar Skripal morre aos 62 anos

O general morreu vítima de doença prolongada.

Diretor de agência russa acusada de envenenar Skripal morre aos 62 anos

O diretor da agência de inteligência militar russa (GRU), o general Igor Koborov, morreu aos 62 anos. A notícia foi dada pelo ministro da Defesa russo, conta a Tass.

Koborov sofria de uma "doença grave e prolongada" e acabou por morrer esta quarta-feira, dia 21. O homem assumiu o cargo em 2016.

A agência esteve envolvida em várias polémicas internacionais, tendo sido acusada de conspirar contra países como o Reino Unido e os EUA. As autoridades britânicas acreditam, inclusivamente, que estiveram envolvidos no ataque em Salisbury, em março deste ano, contra o ex-espião, Sergei Skripal, e a filha, Yulia.

Também a Holanda acusou a agência de uma tentativa de ciberataque contra a organização que investigava qual seria a substância utilizada no envenenamento de Skripal. Os suspeitos do ataque foram identificados, pelas autoridades britânicas, como sendo dois agentes da GRU, contradizendo o que dizia o presidente russo de que seriam civis.

Em fevereiro deste ano foi indiciado, juntamente com outras 12 pessoas, por tentativa de ingerência nas eleições presidenciais norte-americanas de 2016.

O novo diretor da agência será agora escolhido por Vladimir Putin.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório