Meteorologia

  • 16 DEZEMBRO 2018
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 17º

Edição

Presidente da Nissan pode ser detido no Japão por violações financeiras

Carlos Ghosn estará a ser interrogado por alegada fraude fiscal.

Presidente da Nissan pode ser detido no Japão por violações financeiras
Notícias ao Minuto

09:39 - 19/11/18 por Fábio Nunes 

Mundo Justiça

O presidente da Nissan, Carlos Ghosn, pode ser detido pelas autoridades japonesas por suspeita de violações financeiras cometidas a título pessoal, revela o jornal Asahi na sua edição desta segunda-feira. Sobre Ghosn, que também é CEO e presidente da Renault, pairam suspeitas de fraude fiscal, já que Carlos Ghosn terá declarado rendimentos inferiores aos que aufere.

A estação televisiva NHK avança que o presidente do grupo Nissan já está a ser interrogado mas que se terá apresentado voluntariamente às autoridades. 

A Nissan já reagiu a estas informações através de um comunicado divulgado no seu site. 

Como resultado destas notícias que estão a circular, as ações da Renault estão em queda. Estavam a deslizar 5,5% no início da sessão desta manhã.

Carlos Ghosn é uma raridade entre as empresas de topo japonesas, já que é estrangeiro. Começou a trabalhar na Nissan em 1999 e tornou-se CEO dois anos depois. Uma posição que deixou no ano passado, mantendo-se como presidente da fabricante nipónica.

É considerado um dos principais responsáveis por ter evitado a falência da Nissan. A Renault-Nissan é atualmente uma das maiores construtoras mundiais. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório