Meteorologia

  • 20 NOVEMBRO 2018
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 14º

Edição

Príncipe saudita prometeu investigação "completa" sobre Khashoggi

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, indicou hoje que falou com o príncipe herdeiro saudita, Mohammed bin Salman, e que este lhe prometeu uma investigação "completa" sobre o desaparecimento do jornalista saudita Jamal Khashoggi.

Príncipe saudita prometeu investigação "completa" sobre Khashoggi
Notícias ao Minuto

20:55 - 16/10/18 por Lusa

Mundo Donald Trump

"Acabei de falar com o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, que negou firmemente qualquer conhecimento do que se passou no consulado da Turquia", escreveu Trump na sua conta da rede social Twitter.

"Ele estava com o secretário de Estado [norte-americano], Mike Pompeo, durante a chamada e disse-me que já ordenou, e vai rapidamente ampliar, uma investigação completa e aprofundada sobre este assunto. Em breve, haverá respostas", acrescentou.

Pompeo reuniu-se hoje em Riade com o rei saudita, Salman bin Abdelaziz, com o príncipe herdeiro e com o ministro dos Negócios Estrangeiros, Adel al-Yubeir.

No encontro, o monarca saudita comprometeu-se a levar a cabo uma investigação "completa, transparente e oportuna" sobre o desaparecimento de Khashoggi, jornalista crítico do regime de Riade cujo paradeiro se desconhece desde 02 de outubro, dia em que foi visto a entrar no consulado da Arábia Saudita em Istambul.

As investigações na Turquia apontam para que Khashoggi, desde 2017 exilado nos Estados Unidos, tenha sido assassinado dentro do consulado, o que as autoridades sauditas negam.

Depois de falar na segunda-feira com o rei saudita, Trump pôs em causa o envolvimento do reino árabe no desaparecimento de Khashoggi, dizendo que os responsáveis "poderiam ter sido assassinos por conta própria".

O diário The New York Times e a estação televisiva CNN noticiaram na segunda-feira que a Arábia Saudita planeia reconhecer que o jornalista morreu sob a sua custódia no consulado, numa operação cujo controlo lhes escapou, um interrogatório que "correu mal", mas que tentará distanciar dos acontecimentos a cúpula do reino.

Pompeo viajará na quarta-feira para a Turquia, onde se reunirá com as autoridades do país, que estão a investigar o desaparecimento do jornalista.

Hoje à noite, a CNN noticiou, citando uma fonte turca, que Jamal Khashoggi foi mesmo assassinado dentro do consulado saudita de Istambul há duas semanas e que o seu corpo foi em seguida desmembrado para ser retirado do edifício.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório