Meteorologia

  • 19 ABRIL 2019
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 17º

Edição

O vídeo de 2012 em que Bolsonaro admite zoofilia e bater em mulheres

Vídeo é agora recordado na imprensa brasileira e nas redes sociais. Candidato presidencial participava num programa televisivo onde era submetido a um detetor de mentiras.

O vídeo de 2012 em que Bolsonaro admite zoofilia e bater em mulheres
Notícias ao Minuto

14:40 - 10/10/18 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Brasil

Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita que no último domingo saiu vencedor da primeira volta das eleições presidenciais brasileiras, é talvez a voz mais polémica da corrida eleitoral. As suas declarações de carácter marcadamente racista, homofóbico e até sexista têm sido fortemente replicadas pela imprensa local e internacional.

Esta semana, as redes sociais recordam uma entrevista concedida pelo candidato em março de 2012, ao programa 'Sem Saída', do canal CQC, onde era submetido a um detetor de mentiras.

Começando por dizer que "meio preocupado" com a entrevista, Bolsonaro prossegue com uma sequência de afirmações polémicas, conforme pode ver no vídeo abaixo.

Depois de negar a ditadura brasileira e caracterizar Hitler como "um grande estratega", o candidato questiona "que pai teria orgulho num filho gay" e admite que praticou zoofilia.

"Todo mundo ia atrás de galinha no galinheiro na minha cidade. Alguns mais malandros, iam atrás da bezerrinha, da jumentinha. Era comum. Não tinha mulher como tem hoje", afirmo. O entrevistado insistiu sobre ele próprio o fez: "Deu uma voltinha aqui".

Jair Bolsonaro confessou, ainda, que já bateu em mulheres. "Já. Era garoto na Eldorado, uma menina forçou a barra para cima de mim", afirmou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório