Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2018
Tempo
31º
MIN 30º MÁX 32º

Edição

Criança morre depois de ingerir metanfetaminas que confundiu com cereais

Menino de oito anos tinha dose de metanfetaminas 180 vezes superior ao que é considerado o limite letal.

Criança morre depois de ingerir metanfetaminas que confundiu com cereais

Uma criança de oito anos morreu depois de ter ingerido metanfetaminas que confundiu com cereais.

De acordo com o The Independent, a criança, natural do estado norte-americano do Indiana, tinha no seu organismo uma dose de metanfetaminas 180 vezes superior ao que é considerado o limite letal.

O caso remonta ao passado dia 21 de junho. Quando a criança acordou a meia da noite com fome, o pai disse-lhe que não havia comida em casa, pelo que a criança foi procurar alimento na casa.

Encontrou um saco com metanfetaminas e, como pensou que eram cereais, comeu. Quando deu conta da situação, o homem levou a criança para a casa dos seus pais, por temer que, caso ligasse para as autoridades, poderia ser novamente detido.

Os avós do menino acabaram por ligar para o 911 (equivalente ao 112 em Portugal) e a criança foi levada para o hospital, onde acabaria por morrer.

O pai da criança poderá agora enfrentar uma pena de prisão que poderá ir até aos 40 anos. O julgamento está marcado para dezembro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório