Meteorologia

  • 22 SETEMBRO 2018
Tempo
29º
MIN 27º MÁX 30º

Edição

Traficantes de droga matam avó e neta de 13 anos em cemitério

Avó também estaria envolvida em crimes de tráfico de droga.

Traficantes de droga matam avó e neta de 13 anos em cemitério

Uma menina de 13 aos, do Alabama, foi morta depois de dois traficantes terem morto a sua avó.

Mariah Lopes e a sua avó Oralia Mendonza foram mortas no dia de 4 junho no Cemitério de Moon. Novos dados sobre o homicídio foram descobertos durante a audição  de Yoni Aguiller, de 26 anos, que juntamente com Israel Palomino, é acusado do crime.

Durante o julgamento descobriu-se que Oralia tinha ligações ao Cartel Sinaloa e que dois dias antes os dois homens e uma outra mulher se juntaram a  ela  para uma viagem à Georgia onde iriam traficar estupefacientes.

Oralia já teria namorado com Palominio e vivia agora com Aguilar, reporta o Daily Mail. 

Os dois terão decidido matar a mulher quando descobriram que esta andara a trocar mensagens com um número desconhecido durante uma operação de tráfico em Georgia.

Os homens apareceram de noite em casa da mulher dizendo-lhe que corria perigo de vida e que teria de ser levada para outro local. Foi aí que a reencaminharam para o cemitério onde colocaram termo à sua vida. A criança, de 13 anos, e autista, vivia com a avó e acabou por ser também sacrificada.

Sediado no México, o Cartel Sinaloa foi durante anos liderado por Joaquín 'El Chapo' Guzmán, que entretanto foi detido pelas autoridades norte-americanas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório