Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2018
Tempo
21º
MIN 20º MÁX 23º

Edição

Donald Trump diz que imigrantes vêm “infestar” os Estados Unidos

Presidente norte-americano recorreu ao Twitter para atacar os imigrantes que tentam chegar aos Estados Unidos, deixando ainda críticas ao Partido Democrata.

Donald Trump diz que imigrantes vêm “infestar” os Estados Unidos
Notícias ao Minuto

15:17 - 19/06/18 por Pedro Bastos Reis 

Mundo Presidente

Donald Trump afirmou esta terça-feira que os milhares de imigrantes que estão a chegar à fronteira vão “infestar” o país.

Para além disso, o presidente norte-americano disse que os democratas “são o verdadeiro problema” e disse que o Congresso tem a “oportunidade perfeita” para alterar as “ridículas e obsoletas leis de imigração”.

Numa altura em que a política de “tolerância zero” da administração Trump está a ser alvo de fortes críticas, sobretudo depois de ter sido divulgado um ficheiro áudio em que se ouvem crianças, separadas dos pais, a chorar e a gritar em centros de detenção, o presidente norte-americano mantém a intransigência e garante que todos os imigrantes “ilegais” que cheguem ao país serão detidos.

Referindo-se ao Partido Democrata como o "problema", Trump disse que o partido vê os imigrantes como potenciais votantes. 

"Os democratas são o problema. Eles não querem saber do crime, querem imigrantes ilegais, não importa quão maus eles sejam, a entrar e a infestar o nosso país, como o MS-13 [um gangue violento]. Eles não conseguem vencer com as políticas terríveis, por isso veem [os imigrantes] como potenciais votantes", escreveu Trump. 

O presidente norte-americano referiu ainda que "não podes ter um país se não tiveres fronteiras" e garantiu que as autoridades vão continuar a deter toda a gente que tente ultrapassar a fronteira de forma ilegal, acusando ainda os imigrantes de "enviarem crianças para uma viagem muito perigosa".

"Devemos continuar sempre a prender as pessoas que vêm para o nosso país ilegalmente. Das 12 mil crianças, 10 mil estão a ser enviadas pelos pais numa viagem muito perigosa e só duas mil estão com os pais, muitos deles que já tentaram entrar no nosso país ilegalmente em numerosas ocasiões", acusou.

As imagens e relatos que chegam da fronteira dos Estados Unidos com o México têm gerado enorme indignação, da ONU a organizações de defesa dos direitos humanos, o que não parece ser suficiente para fazer a administração Trump recuar e garantir condições humanitárias às milhares de pessoas, incluindo milhares de crianças que estão a ser separadas dos pais, que tentam chegar a território norte-americano. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório