Meteorologia

  • 29 SETEMBRO 2022
Tempo
20º
MIN 16º MÁX 22º

Vacinação contra a gripe pode reduzir risco de doença neurológica grave

Entenda aqui.

Vacinação contra a gripe pode reduzir risco de doença neurológica grave
Notícias ao Minuto

07:47 - 28/06/22 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Vacinas

As pessoas que receberam, pelo menos, uma dose da vacina contra a gripe apresentam um risco 40% menor desenvolver a doença de Alzheimer ao longo de quatro anos, segundo um estudo, assinado por cientistas da UTHealth Houston, nos Estados Unidos, e publicado na revista científica Journal of Alzheimer's Disease.

"A vacinação contra a gripe em adultos mais velhos reduz o risco de desenvolver Alzheimer ao longo de vários anos e esse efeito protetor aumentou com o número de anos que uma pessoa recebeu uma vacina anual", revelou um dos autores do estudo, Avram Bukhbinder, em comunicado.

Os investigadores analisaram dois grupos, cada um formado por 935.887 pessoas vacinadas, ou não, contra a gripe. Os participantes foram monitorizados durante quatro anos. Nas consultas de acompanhamento, verificou-se que cerca de 5,1% dos pacientes vacinados contra a gripe desenvolveram a doença de Alzheimer, em comparação com 8,5% dos não vacinados.

Para Bukhbinder, deve também ser avaliado se a vacina contra a gripe está igualmente associada à taxa de progressão dos sintomas em doentes que já apresentam Alzheimer.

No passado, foram encontradas ligações entre a diminuição do risco de demência associada à exposição prévia a várias vacinas na idade adulta, incluindo os imunizantes contra o tétano, poliomielite e herpes.

Recorde-se que demência é um termo genérico utilizado para designar um conjunto de doenças que se caracterizam por alterações cognitivas que podem estar associadas a perda de memória, alterações da linguagem e desorientação no tempo ou no espaço. Para a maioria não existe tratamento e também não há uma forma definitiva de prevenir a demência. 

A Organização Mundial de Saúde estima que existam 47.5 milhões de pessoas com demência em todo o mundo, número que pode chegar os 75.6 milhões em 2030 e quase triplicar em 2050, para 135.5 milhões. A doença de Alzheimer representa cerca de 60 a 70% de todos os casos de demência.

Leia Também: Défice de vitamina D pode aumentar risco de doenças neurodegenerativas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório