Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2021
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

O lado perigoso das aplicações de encontros (sobretudo para elas)

Apesar das aplicações amorosas já serem populares há muito, a verdade é que a pandemia da Covid-19 e o consequente isolamento social provocaram um crescimento avassalador dessas apps.

O lado perigoso das aplicações de encontros (sobretudo para elas)
Notícias ao Minuto

11:03 - 02/08/21 por Notícias ao Minuto 

Lifestyle Relações online

De acordo com uma reportagem elaborada pela BBC News, o Tinder, aquela que é a aplicação de encontros online com mais downloads em todo o mundo, atingiu a marca de 3 bilhões de swipes (quando o utilizador desliza a fotografia de um pretendente para a esquerda ou para a direita com o intuito de gostar ou não do perfil da pessoa) em apenas um dia, em março de 2020. Tendo desde daí, superado esse recorde mais de 100 vezes.

E a verdade, é que apesar desse tipo de aplicações ter sido útil para muitas pessoas ao longo dos anos, muitas também alertam sobre o ambiente tóxico que criaram.

Tal, reporta a BBC, é sem dúvida uma triste realidade para inúmeras mulheres, que sofrem uma quantidade desproporcional de assédio e abuso nesses sites, geralmente por parte de homens heterossexuais.

Para Shani Silver, escritora e apresentadora do podcast de relacionamentos 'A Single Serving', de Nova Iorque, nos Estados Unidos: "os aspetos mais difíceis para mim envolviam ser tratada como se estivesse a ser usada para trabalho sexual gratuito".

"Não é uma sensação boa. Magoa", acrescentou.

Silver usou as referidas plataformas de encontros durante uma década.

"Muitas vezes, pediam-me um favor sexual antes de dizer 'olá', antes de me dizerem seu nome verdadeiro. A maior parte do que estava a acontecer naquele mundo para mim era desdém — muito desdém, faziam-me sentir que tinha menos valor", partilhou a escritora.

Segundo múltiplas pesquisas, mensagens deste tipo proliferam nessas aplicações e afetam tanto homens quanto mulheres. Todavia, as mulheres estão a ser afetadas de forma desproporcional.

Um estudo do Pew Research Center de 2020 apurou que muitas mulheres sofrem de algum tipo de assédio em sites e aplicações de encontros.

De uma amostra de mulheres com idades entre os 18 e os 34 anos que utilizam essas aplicações, 57% afirmaram ter recebido mensagens ou imagens sexualmente explícitas que não haviam solicitado. A situação foi semelhante com raparigas adolescentes de 15 a 17 anos, que também reportaram ter recebido mensagens impróprias. 

Entretanto, explica a BBC, uma outra pesquisa realizada na Austrália acerca de mensagens trocadas em apps de relacionamentos concluiu que o abuso e assédio de cariz sexista afetam desproporcionalmente as mulheres, que são alvo de homens heterossexuais.

Adicionalmente, inúmeros utilizadores relataram experienciar stress psicológico e experiências ainda mais graves. Em 2017, um estudo do Pew Research Center destacou que 36% consideravam as suas interações "extremamente ou bastante perturbadoras".

Regressando ao estudo do Pew de 2020, mulheres entre os 18 a 35 anos reportaram ainda múltiplas ocorrências de ameaças de lesões corporais, nomeadamente 19% comparativamente a 9% dos homens.

Em contrapartida, um estudo demonstrou que homens heterossexuais e bissexuais raramente manifestavam qualquer preocupação com a sua segurança pessoal ao usarem aplicações online de encontros, enquanto que essa era uma das principais preocupações entre as mulheres. 

Leia Também: Mesmo com críticas, Facebook avança com Instagram para crianças

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório