Meteorologia

  • 17 ABRIL 2021
Tempo
23º
MIN 13º MÁX 23º

Edição

Covid-19: Um em cada dez casos leves apresenta sintomas até oito meses

Um novo estudo sueco com milhares de profissionais de saúde indica que, oito mês após sofrer de um caso leve de Covid-19, um em cada dez indivíduos ainda apresenta pelo menos um sintoma considerado moderado a grave.

Covid-19: Um em cada dez casos leves apresenta sintomas até oito meses

Investigadores do Hospital Danderyd e do Instituto Karolinska, na Suécia, detetaram numa nova pesquisa que os efeitos prolongados da Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, são sobretudo a perda de olfato e paladar. Já a fadiga e problemas respiratórios podem igualmente ocorrer, mas são menos predominantes, dizem os especialistas, conforme reporta um artigo publicado na revista Galileu. 

O estudo denominado de Community ainda está na primeira fase, tendo começado na primavera de 2020, no hemisfério norte. Sendo que desde essa altura são recolhidas amostras de sangue de 2.149 funcionários do Hospital Danderyd, a cada quatro meses.

Entre os trabalhadores que estão a participar no estudo, aproximadamente 19% apresentaram anticorpos contra o SARS-CoV-2. Adicionalmente, os sintomas dos voluntários são avaliados através da realização de questionários. 

Entretanto, explica a Galileu, em janeiro deste ano foi concluído o terceiro acompanhamento dos profissionais de saúde, com 323 trabalhadores que sofreram de casos ligeiros de Covid-19 há pelo menos oito meses. Estes indivíduos foram comparados com um grupo controle, que integrou 1.072 funcionários que não padeceram da patologia durante o período de realização da pesquisa. 

Os investigadores detetaram 26% dos profissionais que registaram quadros leves de Covid apresentaram um sintoma moderado a grave que durou mais de dois meses - comparativamente, o mesmo apenas sucedeu com 9% do grupo controle.

Mais ainda, 11% que já haviam contraído o quadro leve manifestaram no mínimo um sintoma com impacto nocivo na sua vida familiar, profissional e social, que durou pelo menos oito meses.

De acordo com Sebastian Havervall, o principal autor do estudo, num comunicado emitido à imprensa: "apesar do facto dos participantes do estudo terem uma infeção leve por Covid-19, uma proporção relativamente grande relatou sintomas de longo prazo com impacto na qualidade de vida". 

O próximo acompanhamento da pesquisa será levado a cabo no mês de maio. Momento em que uma vasta proporção dos profissionais de saúde serão avaliados após terem sido vacinados. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório