Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2020
Tempo
12º
MIN 8º MÁX 16º

Edição

Oito cuidados essenciais para prevenir a pneumonia

A pneumonia é uma doença pulmonar aguda de causa infeciosa, bacteriana ou não. Há mais do que um tipo de pneumonia, mas a mais frequente é a pneumonia pneumocócica.

Oito cuidados essenciais para prevenir a pneumonia

Segundo informações disponibilizadas pelo hospital CUF, a pneumonia é uma das principais causas de hospitalização e de morte em Portugal. Estimando-se que anualmente surjam cerca de 150 mil casos da doença que pode afetar pessoas de qualquer faixa etária. 

A pneumonia é uma doença pulmonar aguda de causa infeciosa, bacteriana ou não. Existem vários tipos de pneumonia, mas a mais frequente é a pneumonia pneumocócica.

Os sintomas da pneumonia não são padrão e podem variar conforme a agressividade do micro-organismo envolvido e do estado do doente. Ainda assim, como aponta a CUF, os sintomas mais comuns são febre alta, tosse com expetoração amarelada ou esverdeada, arrepios, falta de ar ou dificuldade em respirar e dores musculares

Quais são os grupos de risco?

- Idosos com mais de 65 anos;

- Pessoas a frequentar ou a residir em lares ou instituições similares (deficientes, utentes de centros de dia, centros de reabilitação, etc);

- Pessoas com doenças crónicas (respiratória, cardiovascular, hepática, renal, diabetes, etc);

- Prestadores de cuidados de saúde;

- Pessoas que convivam com doentes de risco;

- Pessoas com a imunidade deprimida: com doença neoplásica ativa, VIH/SIDA, asplenia (ausência de baço) ou disfunção do baço, perda de líquido cefalo-raquidiano, recetores de transplante, imunodeficiência primária, entre outras;

- Com imunodeficiência iatrogénica, isto é, provocada por tratamentos, como quimioterapia e radioterapia, que diminuem as defesas do organismo.

Qual é o pico da pneumonia?

O inverno é a estação do ano em que são registados mais casos de pneumonia. 

Prevenção e cuidados a ter

  • Vacine os seus filhos. A vacina contra infeções por Streptococcus pneumoniae (pneumococo) está incluída no Plano Nacional de Vacinação. Informe-se com o seu médico ou pediatra.
  • Tome as vacinas que lhe são recomendadas: vacina pneumocócica; vacina contra a gripe para evitar a infeção pelo vírus da gripe, que pode favorecer o risco de pneumonia e suas complicações.
  • Controle bem a sua doença crónica para evitar internamentos (nos hospitais estão as pneumonias mais graves e resistentes aos antibióticos).
  • Lave frequentemente as mãos.
  • Evite estar perto de pessoas com evidências de infeção, como tosse e expetoração.
  • Adote estilos de vida saudáveis, como não fumar, ter uma alimentação equilibrada, praticar exercício físico e respeitar os períodos de sono, de modo a favorecer uma boa imunidade.
  • Evite ambientes muito frios, muito secos ou muito húmidos, assim como ambientes com má ventilação, sobrepovoados ou poluídos, que podem favorecer a transmissão de agentes infeciosos.
  • Areje diariamente os locais onde reside e trabalha.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório