Meteorologia

  • 21 JANEIRO 2020
Tempo
10º
MIN 6º MÁX 13º

Edição

Estudo aponta que elevados níveis de stress podem ser detetados nos ossos

Um novo estudo divulgado pelo periódico científico Cell Metabolism aponta que, diferente do que acreditávamos até ao momento, antes mesmo das hormonas da adrenalina entrarem em ação nos momentos de fortes emoções, como crises de stress, ansiedade ou pânico, a osteocalcina, produzida pelos ossos, pode afetar diretamente o sistema nervoso.

Estudo aponta que elevados níveis de stress podem ser detetados nos ossos
Notícias ao Minuto

20:00 - 01/10/19 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Stress no limite

Segundo a pesquisa, uma resposta aguda foi detetada nesta substância em situações de elevado stress. Julian Berger da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, um dos autores do projeto, aponta que esta é uma contribuição fantástica para a classe científica. Após anos, durante os quais se acreditava que os nossos ossos eram apenas parte do esqueleto, uma nova ligação hormonal foi descoberta.

Embora a adrenalina ainda continue a ser uma substância importante neste processo, agora sabemos que esta não trabalha sozinha e diversos fatores podem interferir no seu funcionamento.

De acordo com Berger, os estudos continuarão em andamento em busca de mais detalhes para entender exatamente qual é a função e a ordem da ação de cada substância.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório