Meteorologia

  • 26 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

'Alerta Doença Venosa': A condição que afeta 2 milhões de portuguesas

A Campanha 'Alerta Doença Venosa', promovida pela Sociedade Portuguesa de Angiologia e Cirurgia Vascular (SPACV), arranca esta semana para assinalar os riscos da Doença Venosa Crónica, uma patologia crónica e evolutiva, que muitas vezes é ignorada.

'Alerta Doença Venosa': A condição que afeta 2 milhões de portuguesas

Estima-se que cerca de dois milhões de mulheres portuguesas com mais de 30 anos e que 58% da população feminina com mais de 40 anos de idade tem a sua qualidade de vida significativamente afectada pela Doença Venosa Crónica (DVC), patologia afeta as veias das pernas que transportam o sangue até ao coração.

Pernas pesadas e inchadas são sintomas muitas vezes ignorados, mas que podem ser sinal de uma patologia não diagnosticada. A idade, a falta de exercício físico ou sedentarismo, tabaco, obesidade, gravidez, alterações hormonais, são, entre outros, os principais fatores de risco desta doença.

Conheça também: Endometriose, a doença que "não" existe

Apesar de muito presente, a DVC e as suas consequências são ainda em grande parte minimizadas pelos portugueses. Os sintomas são considerados 'normais' e aquela que é uma patologia que pode evoluir para complicações graves, acaba por ser subdiagnosticada e subtratada. Uma situação que leva a SPACV a lançar a Campanha 'Alerta Doença Venosa', com o objetivo de levar os portugueses a querer saber mais sobre a doença.

Faça o quizz e descubra se sofre de Doença Venosa Crónica aqui

Sabia que:

- 64% da população adulta de todo o mundo tem sinais visíveis de DVC; 

- 0,3 a 1% da população adulta dos países ocidentais apresenta úlceras venosas;

- 2 milhões de mulheres portuguesas com mais de 30 anos sofrem de DVC;

- 58% da população feminina com mais de 40 anos de idade tem a sua qualidade de vida significativamente afectada pela DVC;

- 40% das mulheres e 20% dos homens sofrem de DVC;

- Em Portugal, a DVC é responsável pela perda de um milhão de dias de trabalho por ano;

- 21% dos doentes portugueses referem ter tido que mudar de posto de trabalho devido à DVC;

- A DVC é responsável pela reforma antecipada de 8% dos doentes em Portugal.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório