Meteorologia

  • 02 DEZEMBRO 2021
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 15º

Edição

Instituto público aumenta dirigentes em 25%

A nova Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública (ESPAP) paga actualmente salários mais elevados que as três entidades que lhe deram origem e que entretanto foram extintas, noticia esta sexta-feira o jornal Sol, que adianta que os dirigentes da nova estrutura ganham mais 25% do que os seus antecessores.

Instituto público aumenta dirigentes em 25%

O jornal Sol noticia hoje que os dirigentes da nova Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública (ESPAP), que resulta da integração de três empresas e institutos públicos, ganham mais 25% que os ocupantes dos organismos que lhe deram origem e que foram, entretanto, extintos.

De acordo com o Sol, o presidente do Conselho Directivo da ESPAP recebe o mesmo que o primeiro-ministro Passos Coelho, auferindo um salário mensal de 6.850 euros.

A nova entidade surgiu no âmbito do Plano de Redução e Melhoria da Administração Central (PREMAC), que previa poupanças de 100 milhões de euros com a reestruturação dos organismos do Estado. Contudo, a poupança foi quase nula no caso da ESPAP, que agregou a Empresa de Gestão Partilhada dos Recursos da Administração Pública (GERAP), a Agência Nacional de Compras Públicas (ANCP) e o Instituto de Informática do Ministério das Finanças (IIMF).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório