Meteorologia

  • 21 JUNHO 2024
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 24º

Reforço da pista do aeroporto do Porto custa 50 milhões e demora 19 meses

O reforço da pista do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, na Maia, começa a 31 de julho, vai demorar 19 meses, de segunda-feira a sábado, entre meia-noite e 06h00, num investimento de 50 milhões de euros, foi hoje anunciado.

Reforço da pista do aeroporto do Porto custa 50 milhões e demora 19 meses
Notícias ao Minuto

16:25 - 27/05/24 por Lusa

Economia Porto

Em comunicado, a ANA Aeroportos de Portugal explicou que a opção pelo trabalho em horário noturno visa "minimizar o impacto nas operações aeroportuárias".

O contrato de empreitada foi hoje assinado com a Acciona e representa "um investimento de qualidade, segurança e desempenho ambiental, permitindo acomodar o crescimento do tráfego aéreo", relata a nota de imprensa.

Com esta operação, continua o comunicado, a ANA vai "reforçar as condições operacionais do aeroporto, sendo esta a maior intervenção realizada na pista desta infraestrutura".

A intervenção na pista e áreas adjacentes inclui a repavimentação completa da camada de desgaste da pista 17-35, intervenções de reforço estrutural da pista, ajustamento da geometria da faixa da pista (strip), e na linha de aproximação (sinalização luminosa) das pistas 17 e 35, bem como a substituição dos sistemas de luzes da pista por LED.

A obra prevê ainda renovação integral do sistema de drenagem da pista e a instalação de infraestruturas civis para a implementação de equipamentos de navegação (ILS categoria II) na pista 35, que vão permitir operações em baixa visibilidade.

Na sua intervenção, o presidente da ANA, Thierry Ligonnière, revelou que o aeroporto estará encerrado no dia 10 de setembro.

"As únicas obras visíveis para os passageiros terão lugar no dia 10 de setembro. Alguns destes trabalhos terão de ser efetuados durante um período mais longo do que aquele que dispomos todas as noites. Esta situação leva-nos a propor o encerramento do aeroporto durante um dia completo, o único dia do ano em que não haverá aviões na pista no Porto", explicou o responsável.

O presidente da ANA explicou que "esta data foi escolhida com base em probabilidades de condições meteorológicas favoráveis".

"Cruzemos todos os dedos para que efetivamente as condições sejam favoráveis para que as obras possam ser feitas", disse.

A pista, afirmou ainda Thierry Ligonnière, "está a precisar de uma renovação e de um reforço".

"E aproveitamos este tratamento de rejuvenescimento para ajustar as características geométricas da pista (...) com vista a colocar a pista do Porto no mais alto nível de segurança", desta forma contribuindo "para manter o aeroporto entre os melhores da Europa", referiu.

[Notícia atualizada às 18h05]

Leia Também: Vodafone bate recorde de tráfego de dados 'à boleia' de Taylor Swift

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório