Meteorologia

  • 24 JULHO 2024
Tempo
36º
MIN 20º MÁX 37º

Caso da ex-CEO? TAP quer PNS, Medina e Galamba a responder... por escrito

Se o processo avançar para julgamento, os advogados da TAP evitam assim que o ex-ministro João Galamba, o atual secretário-geral do PS, Pedro Nuno Santos, e o ministro das Finanças, Fernando Medina, sejam interrogados diretamente no tribunal.

Caso da ex-CEO? TAP quer PNS, Medina e Galamba a responder... por escrito
Notícias ao Minuto

08:40 - 22/01/24 por Notícias ao Minuto

Economia TAP

A TAP quer que os antigos ministros Pedro Nuno Santos, Fernando Medina (que ainda está em funções) e João Galamba evitem as barras do tribunal e, por isso, respondam por escrito no âmbito do processo da ex-CEO Christine Ourmières-Widener. 

A notícia é avançada pelo ECO, dando conta que, com esta medida e caso o processo avance para julgamento, os advogados da TAP evitam que o ex-ministro João Galamba, o atual secretário-geral do PS, Pedro Nuno Santos, e o ministro das Finanças, Fernando Medina, sejam interrogados diretamente no tribunal.

Contudo, o mesmo jornal lembra que são raros os casos em que o tribunal ouve ex-governantes ou ministros e, quanto acontece, a regra é que o testemunho seja presencial.

Aliás, a lei prevê governantes e deputados "gozam de prerrogativa de depor primeiro por escrito, se preferirem", estando abrangidos os "membros dos órgãos de soberania, com exclusão dos tribunais, e dos órgãos equivalentes das Regiões Autónomas".

De recordar que Christine Ourmières-Widener conta já com uma lista de 15 testemunhas que vai chamar no processo que instaurou contra a TAP. A antiga CEO reclama 5,9 milhões à TAP.

O Governo anunciou, a 6 de março, que a Inspeção-Geral de Finanças (IGF) tinha concluído que o acordo celebrado para a saída antecipada de Alexandra Reis da TAP era nulo e que ia pedir a restituição dos valores.

Christine Ourmières-Widener foi exonerada por justa causa, em abril de 2023, no seguimento da polémica indemnização de meio milhão de euros a Alexandra Reis, que levou à demissão de Pedro Nuno Santos e Hugo Mendes e à constituição de uma comissão parlamentar de inquérito à gestão da companhia aérea.

Leia Também: Ex-CEO da TAP com várias funções? Pedro Nuno "tem de esclarecer"

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório