Meteorologia

  • 21 JULHO 2024
Tempo
22º
MIN 17º MÁX 25º

Grupo suíço Ringier confirma negociações para a compra de A Bola

O grupo suíço Ringier confirmou hoje à Lusa que está "em negociações para a aquisição" do histórico jornal desportivo A Bola, adiantando que até à data não existe ainda qualquer acordo.

Grupo suíço Ringier confirma negociações para a compra de A Bola
Notícias ao Minuto

17:55 - 30/05/23 por Lusa

Economia A Bola

O Eco tinha avançado hoje que o jornal ia mudar de mãos e que Mário Arga e Lima, dono d'A Bola e da Bola TV, teria chegado a acordo com o grupo suíço Ringier.

Contactada pela Lusa, fonte oficial do grupo Ringier confirmou as negociações: "Nesta fase, podemos confirmar que estamos em negociações para a aquisição d'A Bola, mas ainda não existe qualquer acordo", afirmou a fonte.

O grupo Ringier afirma-se como uma empresa de media suíça inovadora, digitalizada e diversificada, que opera na Europa e em África.

No seu portfólio conta com cerca 140 empresas da área de impressão, media desportiva, media digital, rádio, entretenimento, comércio eletrónico, contando ainda com negócios em 'marketplaces' de automóveis, imóveis e empregos, segundo informação disponível no 'site'.

Ringier é uma empresa familiar criada em 1833 como editora e gráfica, que investiu na digitalização e na expansão global nos últimos anos, adianta o grupo, salientando que, em 2022, os cerca de 6.400 funcionários da empresa, que opera em 19 países, "geraram receitas de 1.010,1 milhões de francos suíços [1.041 milhões de euros, à taxa de câmbio atual]".

Atualmente, 79% do seu lucro operacional vem do digital, onde "Ringier é líder entre as empresas de media europeias", lê-se no 'site'.

A Bola é detida pela Sociedade Vicra Desportiva, controlada em 90,2% pela Vicontrol SGPS (empresa de Mário Jorge de Melo Arga e Lima, que é presidente do Conselho de Administração), de acordo com informação disponível no portal da Transparência da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC).

Em 2021, a Sociedade Vicra Desportiva tinha um passivo de 14,6 milhões de euros. Nesse ano registou receitas rendimentos de 8,7 milhões de euros e um resultado líquido de 356,7 mil euros.

Leia Também: "Nunca me sentei com a Cofina", diz CEO da Media Capital

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório