Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2024
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 14º

Estudo: Inflação muda decisões no consumo com impacto na sustentabilidade

Quase todos os clientes dizem ter sentido um aumento generalizado dos preços no último meio ano.

Estudo: Inflação muda decisões no consumo com impacto na sustentabilidade
Notícias ao Minuto

11:48 - 02/11/22 por Notícias ao Minuto

Economia Escolha do Consumidor

O aumento generalizado dos preços está a fazer com que os consumidores alterem decisões de consumo que têm impacto na sustentabilidade, de acordo com um estudo online realizado no âmbito do Dia Mundial da Poupança, da Escolha do Consumidor.

Segundo os dados, 99% dos inquiridos referem que nos últimos seis meses sentiram um aumento generalizado dos preços e, por esse motivo, 88% indicam que têm vindo a alterar as suas decisões de consumo e a tomar algumas medidas, a grande maioria sustentáveis para o planeta: evitar o desperdício alimentar (27%), usufruir das promoções que surjam (26%), optar por comprar marcas brancas (18%), comprar apenas bens essenciais (16%) e alterar o tipo de alimentos que a família consome (8%).

Face ao aumento dos preços dos combustíveis, 7% utilizam cada vez menos o carro para se deslocar, 52% fizeram menos viagens recreativas no último semestre, 17,6% passaram a andar mais a pé ou de bicicleta e 14,4% a utilizarem mais os transportes públicos.

"Em relação ao consumo de gás em casa,36% passou a ter mais atenção ao tempo nos banhos e 17% dos consumidores consultou outros fornecedores de gás. Já no que diz respeito ao consumo da eletricidade, 37% prestou mais atenção às luzes que se encontram acesas desnecessariamente, 25% passou a desligar os aparelhos não utilizados da corrente e15% consultou outros fornecedores de energia", pode ler-se no comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso. 

Além disso, quando questionados sobre outras decisões de consumo nestes últimos seis meses, "os resultados são interessantes dado que 21% dos consumidores indicou que passou a comer menos vezes fora, 13% dos inquiridos confessou ter alterado o tipo de alimentos que compra, levando-os, por vezes, a adotar uma solução mais económica e saudável como a produção caseira de alguns produtos alimentares e/ou domésticos e 11% confessa que este ano alterou as suas férias devido à incerteza de futuras dificuldades financeiras".

Leia Também: Poupar. Mais de metade colocam de lado até 10% do salário

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório