Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2024
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 16º

Wall Street fecha em baixa a reagir à previsão de subida dos juros

A bolsa nova-iorquina encerrou hoje em ligeira baixa, e o Dow Jones, o principal indicador, caiu 0,57%, numa altura em que os investidores antecipam mais aumentos nas taxas de juros pela Reserva Federal dos EUA para conter a inflação.

Wall Street fecha em baixa a reagir à previsão de subida dos juros
Notícias ao Minuto

22:11 - 29/08/22 por Lusa

Economia Fed

Os resultados definitivos da sessão indicam que o índice seletivo Dow Jones Industrial Average perdeu 184,41 pontos, para 32.098,99 pontos, enquanto o seletivo S&P 500 caiu 0,67%, para 4.030,61 pontos.

Já o Nasdaq Composite Market, onde estão listadas as principais empresas de tecnologia, caiu 1,02%, para 12.017,67 pontos.

Na sexta-feira, o presidente da Reserva Federal norte-americana, Jerome Powell, apontou que o banco central deve continuar a elevar as taxas de juros e a mantê-las num patamar mais alto até que a inflação esteja sob controlo.

Os movimentos de hoje em Wall Street sugerem que as ações dos EUA podem vivenciar mais turbulência no futuro, segundo alertou o The Wall Street Journal.

"As ações dos EUA continuaram a cair após a forte queda da semana passada, motivada por comentários de Jerome Powell", salientaram, por sua vez, os analistas da Schwab.

Patrick O'Hare, do Briefing.com, destacou que o Fed parece determinado a "utilizar as taxas de juro e a não cortá-las no futuro, mesmo que isso signifique dificuldades para as famílias".

Para o analista, "Powell não atirou um copo de água na cara a Wall Street, derramou um balde de água gelada".

Todos os três principais índices dos EUA já viram os seus ganhos de agosto serem eliminados.

Alguns acionistas esperavam que o Fed começasse a reduzir os aumentos das taxas de juros a partir de setembro, mas as declarações de Powell esta sexta-feira terminaram com essa expectativa.

As autoridades do Fed aumentaram as taxas de juros em 0,75 pontos percentuais em cada uma das duas últimas reuniões, mais recentemente em julho, para uma taxa entre 2,25% e 2,5%.

Na reunião de final de setembro, espera-se que o Fed eleve as taxas, embora a dúvida persista sobre se o fará em 0,5 ou 0,75 pontos percentuais.

Apenas dois dos 11 setores de Wall Street fecharam no 'verde': energia (1,57%) e serviços públicos (0,25%).

Já os setores da tecnologia (-1,28%) e imobiliário (-0,87%) destacaram-se pelas perdas.

Entre as 30 empresas listadas no Dow Jones, fecharam em baixa a Salesforce (-3,04%) e 3M (-2,09%), enquanto as que mais faturaram foram Walmart (0,97%) e Chevron (0,75%).

Leia Também: Cotação do barril Brent para entrega em outubro sobe 3,93%

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório