Meteorologia

  • 19 MAIO 2022
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 29º

Combustíveis. Carga fiscal alivia hoje, mas preços voltam a subir

No sábado, o primeiro-ministro, António Costa, explicou que, para o consumidor, nem sempre a redução da carga fiscal compensa o aumento do preço combustível no mercado internacional.

Combustíveis. Carga fiscal alivia hoje, mas preços voltam a subir
Notícias ao Minuto

07:25 - 09/05/22 por Notícias ao Minuto

Economia Combustíveis

A carga fiscal sobre os combustíveis volta a aliviar, esta segunda-feira, depois de o Governo ter determinado uma redução adicional do Imposto sobre Produtos Petrolíferos (ISP) de dois cêntimos na gasolina e de 1,2 cêntimos no gasóleo. Contudo, espera-se que os preços voltem a subir

Aliás, no sábado, o primeiro-ministro, António Costa, explicou que, para o consumidor, nem sempre a redução da carga fiscal compensa o aumento do preço combustível no mercado internacional.

"Ao contrário do que muitas pessoas pensavam e disseram, o preço [dos combustíveis] não é só determinado pela tributação, o preço é, desde logo, determinado pelo valor da gasolina e do gasóleo no mercado internacional, o preço no mercado internacional não depende do controle do Governo", disse António Costa, no Porto.

Gasóleo e gasolina ficam mais caros esta segunda-feira

Apesar da redução da carga fiscal, as previsões apontam para que os consumidores tenham de pagar mais na hora de abastecer a partir de hoje. A subida deverá ser mais pronunciada no caso da gasolina (cinco cêntimos), de acordo com as previsões divulgadas pelo Ministério das Finanças, na sexta-feira. No caso do gasóleo, a expectativa é de um ligeiro aumento de um cêntimo

Na sexta-feira, recorde-se, a cotação do barril de petróleo Brent - que serve de referência às importações nacionais - para entrega em julho terminou no mercado de futuros de Londres em alta de 1,50%, para os 112,48 dólares. No conjunto da semana, o Brent fechou com uma valorização de 2,87% em relação ao valor de sexta-feira da semana anterior.

A perspetiva de a União Europeia impor um embargo ao petróleo russo continuou a impulsionar os preços e impôs-se à preocupação com uma eventual baixa da procura na China, devido às restrições decididas para combater mais um surto de infeções do novo coronavírus.

"Não há evidencia nenhuma que as gasolineiras estejam a aumentar as margens"

O primeiro-ministro adiantou ainda que o governo está através da entidade reguladora do setor energético e da ASAE a verificar se as gasolineiras e revendedores estão mesmo a reduzir o imposto e se não estão a compensar a redução no imposto por via do aumento das margens.

"Até agora, não há evidencia nenhuma que as gasolineiras estejam a aumentar as margens à custa da redução dos impostos. O preço está a subir porque há subida de preço no mercado internacional", sustentou António Costa. 

A ENSE anunciou, no final da semana passada, que desenvolveu em dois dias "mais de uma centena e meia de ações de fiscalização" a operadores de venda de combustíveis após a redução do ISP, apontando que estes "cumpriram um ajustamento racional".

Leia Também: O Eurogrupo e outras 3 coisas que deve saber para começar o dia

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório