Meteorologia

  • 22 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 21º

Mais 7€. Abastecer despensa com bens essenciais volta a ficar mais caro

Em apenas uma semana, o mesmo cabaz de bens alimentares essenciais passou a custar mais 6,75 euros (+3,46%). Para abastecer a despensa de alimentos essenciais, os consumidores podem agora ter de gastar mais de 200 euros.

Mais 7€. Abastecer despensa com bens essenciais volta a ficar mais caro
Notícias ao Minuto

14:07 - 14/04/22 por Notícias ao Minuto

Economia cabaz alimentar

Em apenas uma semana, um cabaz de bens alimentares considerados essenciais passou a custar mais 6,75 euros, de acordo com uma análise da DECO Proteste, que tem monitorizado os preços semanalmente. Para abastecer a despensa de alimentos essenciais, os consumidores podem agora ter de gastar mais de 200 euros.

"Voltámos ao supermercado e descobrimos que, em apenas uma semana, o mesmo cabaz de bens alimentares essenciais passou a custar mais 6,75 euros (mais 3,46%). Se a 6 de abril os consumidores poderiam ter de gastar 194,92 euros para abastecer a despesa, uma semana depois, a 13 de abril, a despesa é de 201,68 euros", adianta a DECO Proteste.

Contudo, se o termo de comparação for mais alargado, face a antes da guerra, o aumento é ainda mais pronunciado: "Se analisarmos a evolução do custo do cabaz entre 23 de fevereiro, um dia antes do início da guerra na Ucrânia, e esta semana, a subida é de 18,05 euros, ou seja, um aumento de 9,83%." 

A DECO tem monitorizado, desde fevereiro e todas quartas-feiras, com base nos preços recolhidos no dia anterior, os preços de um cabaz de 63 produtos alimentares essenciais que inclui bens como peru, frango, pescada, carapau, cebola, batata, cenoura, banana, maçã, laranja, arroz, esparguete, açúcar, fiambre, leite, queijo e manteiga. 

"Esta análise tem revelado aumentos consecutivos, com alguns produtos a registarem aumentos de preços de dois dígitos de uma semana para a outra", nota a Associação. 

Leia Também: A Páscoa também se comemora à mesa! Receba-a com uma de fazer inveja 

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório