Meteorologia

  • 27 JUNHO 2022
Tempo
23º
MIN 15º MÁX 23º

Natal: Maior parte dos consumidores fica em casa nas festividades

Estudo revela ainda que a maior parte dos consumidores inquiridos planeia gastar entre 50 e 200 euros em presentes de Natal.

Natal: Maior parte dos consumidores fica em casa nas festividades
Notícias ao Minuto

12:51 - 20/12/21 por Notícias ao Minuto com Lusa

Economia Natal

A maior parte dos consumidores portugueses planeia gastar entre 50 e 200 euros em presentes de Natal este ano e a grande maioria (80%) vai permanecer em casa na época festiva, revela um estudo da OLX, divulgado esta segunda-feira.

"Mais de dois terços dos consumidores refere que a pandemia alterou os seus hábitos de consumo, com maior predisposição para comprar online. Relativamente às compras de Natal, a maioria das pessoas (56%) admite ter feito as compras de Natal de forma mista, em lojas física e online. Há também 6% que opta por comprar presentes em plataformas de classificados", pode ler-se num comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso.

O estudo, baseado num inquérito aplicado aos seus utilizadores, no qual analisa as preferências, tendências e hábitos de consumo relativos ao Natal e férias durante o período festivo, incluindo ainda uma análise ao consumo após a Black Friday, permitiu saber que 29% planeia gastar até 50 euros e 20% entre 200 e 500 euros e apenas 8% irá gastar mais de 500 euros.

Além disso, o documento refere ainda que 16% mencionou ir visitar a família e os parentes e apenas 3% referiu ir fazer uma viagem ao estrangeiro.

Leia Também: Atena Equity Partners compra farmacêutica Sidefarma

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório