Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2021
Tempo
15º
MIN 9º MÁX 18º

Edição

Áustria: Correios multados em 9,5 milhões em caso sobre proteção de dados

A empresa Correios da Áustria foi multada em 9,5 milhões de euros num processo sobre proteção de dados de clientes, após uma outra sanção em 2019 por vender a partidos informações sobre milhões de austríacos.

Áustria: Correios multados em 9,5 milhões em caso sobre proteção de dados
Notícias ao Minuto

22:28 - 28/09/21 por Lusa

Economia Áustria

A nova multa, comunicada hoje pelo Gabinete de Proteção de Dados, foi qualificada de "incompreensível" pelo advogado dos correios, Stefan Prochaska, segundo a agência APA.

A empresa indicou em comunicado que agora está a ser sancionada porque os clientes também devem ter a possibilidade de fazer por correio eletrónico consultas sobre os seus direitos de proteção de dados e não apenas através de um formulário no 'site', do atendimento a clientes e por carta.

Prochaska argumentou que o uso de formulários não representa um impedimento para o cliente, mas antes facilita a comunicação e a empresa anunciou que vai recorrer desta sanção.

A Österreichische Post AG, antiga empresa pública da qual o Estado austríaco ainda conserva 52,8% das ações, já foi multada em 18 milhões de euros em 2019 por ter usado dados demográficos para atribuir tendências políticas a cerca de 2,2 milhões de austríacos e vender a informação a partidos.

A nota hoje divulgada indica que essa multa foi anulada e que ainda está pendente uma decisão judicial definitiva.

Leia Também: Comunistas com vitória "surpreendente" na segunda maior cidade da Áustria

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório