Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Petrobras anuncia ter recuperado mil milhões desviados em corrupção

A petrolífera estatal brasileira Petrobras anunciou hoje que já recuperou mais de 6 mil milhões de reais (cerca de mil milhões de euros) do total de recursos que foram desviados pela corrupção ocorrida durante mais de uma década dentro da empresa.

Petrobras anuncia ter recuperado mil milhões desviados em corrupção
Notícias ao Minuto

18:46 - 25/06/21 por Lusa

Economia Petrobras

O valor dos recursos recuperados foi atualizado pela estatal após receber, hoje, do Grupo Technip, 271,1 milhões de reais (cerca de 45,9 milhões de euros), que se somam a outros 578,3 milhões de reais (98 milhões de euros), que já foram entregues pelo grupo.

As empresas Technip Brasil e Flexibras, ambas do Grupo Technip, investigadas por corrupção, firmaram um acordo com a Justiça brasileira para assumir a responsabilidade e indemnizar a Petrobras pelos desvios.

Em julho de 2019, a petrolífera recebeu a primeira parcela desse mesmo acordo, (313 milhões de reais, cerca de 53 milhões de euros) e em junho do ano passado a segunda (265,1 milhões de reais, cerca de 45 milhões de euros).

Segundo a Petrobras, só em 2021 foram recuperados mais de mil milhões de reais (169 milhões de euros) que haviam sido desviados através de contratos fraudulentos.

"Essas indemnizações são produzidas pela condição da Petrobras de vítima dos crimes investigados pela Lava Jato. A empresa continuará a adotar as medidas necessárias para garantir a recuperação adequada dos prejuízos que lhe foram causados", afirmou a empresa num comunicado.

Interessada no esclarecimento de crimes e na recuperação de dinheiro desviado, a Petrobras atua como coautora do Ministério Público em 21 processos por irregularidades administrativas ainda em andamento, e como assessora do Ministério Público em 79 processos penais por atos ilícitos investigados pela operação Lava Jato.

A operação Lava Jato, iniciada em 2014, desvendou um vasto esquema de corrupção envolvendo a petrolífera Petrobras e outros órgãos públicos brasileiros, que levou à prisão de empresários, ex-funcionários públicos e políticos.

As investigações não se limitaram ao Brasil e espalharam-se por uma dezena de outros países da América Latina e de África, cujas autoridades ainda investigam o pagamento de subornos.

Leia Também: Petrobras vai investir 245 milhões de euros para melhorar refinarias

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório