Meteorologia

  • 25 JULHO 2021
Tempo
25º
MIN 18º MÁX 27º

Edição

Bolsa de Lisboa em baixa, com EDP Renováveis e EDP a liderar perdas

A bolsa de Lisboa estava em baixa, com as ações da EDP Renováveis e da EDP a liderarem as perdas, a desvalorizarem-se 1,44% para 18,50 euros e 1,16% para 4,52 euros.

Bolsa de Lisboa em baixa, com EDP Renováveis e EDP a liderar perdas
Notícias ao Minuto

09:40 - 23/06/21 por Lusa

Economia Mercado

Cerca das 09:00 em Lisboa, o principal índice da bolsa, o PSI20, recuava 0,01% para 5.075,09 pontos, com 10 'papéis' a subirem, cinco a caírem e três inalterados (CTT em 4,58 euros, Novabase em 4,17 euros e Semapa em 11,88 euros).

Além dos títulos da EDP Renováveis e da EDP, os da Pharol e da NOS eram outros dos que mais recuavam, já que se desvalorizavam 0,79% para 0,10 euros e 0,75% para 2,93 euros.

Em sentido contrário, os títulos da Gap Energia e da Corticeira Amorim subiam 1,41% para 9,79 euros e 0,97% para 10,40 euros.

As ações da Ibersol e da Altri também eram das que mais se valorizavam, estando a avançar 0,67% para 6,02 euros e 0,64% para 5,47 euros.

Na Europa, as principais bolsas europeias abriram hoje mistas, depois de o presidente da Reserva Federal dos Estados Unidos (Fed), Jerome Powell, ter reiterado que a subida da inflação é temporária devido à reativação da economia e deverá "diluir-se com o tempo".

Na semana passada, tal como antecipado, a Fed manteve as taxas de juro apesar da subida da inflação, mas advertiu que o aumento do indicador pode ser "maior e mais persistente do que o previsto".

A Fed também melhorou as estimativas de crescimento económico dos EUA para 7% em 2021, e o presidente da instituição, Jerome Powell, disse que se tinha debatido "quando seria apropriado começar a falar" de uma possível redução dos estímulos monetários.

A taxa de inflação nos Estados Unidos subiu para 5% em termos homólogos em maio, mas a subida tem sido interpretada pelas autoridades monetárias como transitória, por estar "muito distorcida" por efeitos base (em maio de 2020, os preços baixaram 0,1% nos EUA) "que deverão desaparecer à medida que o ano avance".

A bolsa de Nova Iorque terminou em alta na terça-feira, com o Dow Jones a subir 0,20% para 33.945,58 pontos, contra o atual máximo de sempre desde que foi criado em 1896, de 34.777,76 pontos, registado em 07 de maio.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a valorizar-se 0,79% para 14.253,27 pontos, um novo máximo.

A nível cambial, o euro abriu em baixa no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1922 dólares, contra 1,1935 dólares na terça-feira e o atual máximo desde maio de 2018, de 1,2300 dólares, em 05 de janeiro.

O barril de petróleo Brent para entrega em agosto abriu em alta no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 75,37 dólares, um máximo desde pelo menos o início de 2019, contra 75,81 dólares na terça-feira.

Leia Também: Bolsa de Lisboa inicia sessão a subir 0,13%

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório