Meteorologia

  • 27 OUTUBRO 2021
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Saúde Viável passa a Insparya e passa a contar com Ronaldo como acionista

O Grupo Saúde Viável, dedicado ao diagnóstico, tratamento e investigação em saúde e transplante capilar, anunciou hoje uma nova identidade corporativa, com a marca Insparya e a entrada do jogador Cristiano Ronaldo no capital da empresa.

Saúde Viável passa a Insparya e passa a contar com Ronaldo como acionista
Notícias ao Minuto

14:33 - 08/06/21 por Lusa

Economia Saúde Viável

As unidades portuguesas de Lisboa, Porto e Vilamoura adotam, assim, o nome da clínica de Madrid, aberta em março de 2019, fruto da sociedade formada entre o grupo e Cristiano Ronaldo, detida em 50% por cada uma das partes.

"A unificação da identidade corporativa resulta da convergência de vários fatores, com destaque para o reforço do compromisso empresarial de Cristiano Ronaldo com o crescimento do grupo -- materializado através da entrada no seu capital -- e responde à necessidade de construir uma marca internacional forte junto dos clientes, com um nome mais facilmente reconhecível e que esteja conotado com serviços clínicos de indiscutível qualidade", refere, em comunicado.

Em 2019, já depois da parceria efetuada com o internacional português para a clínica de Madrid, o grupo fez a sua primeira grande mudança na estrutura acionista, passando o consórcio de fundos luso-britânico Vallis/Hermes a deter 50% da participação em Portugal, mantendo-se a outra metade nas mãos do fundador e atual presidente executivo, Paulo Ramos.

Agora dá-se a segunda alteração estrutural na composição acionista, com a entrada de Cristiano Ronaldo no capital do grupo.

"Esta reestruturação acionista assegura condições mais sólidas para concretizar a ambição de posicionar a marca Insparya como líder mundial do setor", refere.

Com a entrada no capital da Insparya em Portugal, Cristiano Ronaldo terá a possibilidade de nomear um administrador executivo para a sociedade.

"Vejo a entrada do Cristiano Ronaldo na Insparya Portugal como um marco na evolução empresarial do grupo. A experiência que fizemos em Espanha resultou plenamente no alinhamento para resultados, na disciplina de trabalho, nos valores do negócio. Quando isso acontece, e não é algo assim tão fácil de se encontrar, estão criadas condições para um impulso na atividade das empresas e esse impulso, no nosso caso, vai concretizar-se no fortalecimento do modelo de negócio e na nossa expansão além- fronteiras", destaca Paulo Ramos, citado no documento.

Para Cristiano Ronaldo, também citado na nota, "o projeto Insparya é uma aposta de sucesso".

"Já o foi em Espanha, desde que abrimos a primeira clínica em Madrid, e continuará a sê-lo em Portugal. É com muito orgulho que entro na Insparya no meu país e que reforço a minha aposta num projeto empresarial no qual acredito e confio, que é inovador, e que ajuda as pessoas a melhorarem a sua saúde capilar com tratamentos de qualidade, mas também a sua autoconfiança e autoestima", refere

De acordo com o grupo, apesar da procura se ter mantido elevada no decurso do ano passado no mercado português e no espanhol, o contexto pandémico determinou um abrandamento no ritmo das intervenções, tratamentos e transplantes capilares.

No entanto, o investimento na capacidade tecnológica e científica manteve-se e em 2020 foram investidos 2,5 milhões de euros num centro de investigação e desenvolvimento capilar no Porto -- o Insparya Alopecia Science and Clinical Institute.

A Insparya, fundada em 2009, faturou 25 milhões de euros em 2020 e estima um aumento de 40% do negócio em 2021, para 34 milhões de euros resultado do "crescimento expressivo do número de pacientes atendidos".

A empresa integra cerca de 300 profissionais de saúde nos seus quadros, incluindo médicos, enfermeiros, assessores clínicos e técnicos de saúde, tem uma capacidade combinada para a realização de um máximo diário de 38 transplantes, 20 em Portugal e 18 Espanha.

O ano 2021 será marcado pela abertura de novas unidades clínicas da Insparya nos mercados onde já tem presença e pela entrada em operação da Clínica Insparya de Milão (Itália).

Dentro de cinco anos, com as novas aberturas é esperado que o volume de negócio triplique, para os 100 milhões.

Leia Também: APDC quer reformulação da lei que proíbe letras miudinhas nos contratos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório