Meteorologia

  • 09 DEZEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 11º MÁX 17º

Edição

Santander Totta aprova em AG contas e não distribuição de dividendos

O Santander Totta aprovou hoje, em assembleia geral, as contas de 2020 e a não distribuição de dividendos referentes aos lucros do ano passado, segundo comunicado ao mercado.

Santander Totta aprova em AG contas e não distribuição de dividendos

Em informação à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o banco detido pelo grupo espanhol Santander informou que, "em reunião da assembleia geral anual realizada hoje, foi aprovado o relatório de gestão, o balanço e as contas individuais e consolidadas, respeitantes ao exercício de 2020, incluindo o relatório do governo societário e a demonstração não financeira (relatório de banca responsável)".

Foi ainda aprovada a aplicação de resultados, passando 27 milhões de euros para a reserva legal e 247 milhões de euros para resultados transitados, pelo que não há distribuição de dividendos referentes a 2020.

"Foi aprovada a não distribuição de dividendos correspondentes ao exercício de 2020, de acordo com os termos previstos na recomendação do Banco Central Europeu de 15 de dezembro de 2020", lê-se no comunicado ao mercado.

O Santander Totta teve lucros de 295,6 milhões de euros em 2020, menos 43,9% face a 2019.

Já no primeiro trimestre deste ano, os lucros foram de 34,2 milhões de euros, menos 71,2% face ao mesmo período de 2020.

Quando divulgou os resultados do trimestre, o Santander Totta indicou que pretendia a saída por despedimento de entre 100 a 150 trabalhadores "cujas funções se tornaram redundantes".

Em causa estão sobretudo funcionários de balcões fechados a que o Santander propôs a saída, mas que não aceitaram.

Já em maio, após conversas com sindicatos filiados na UGT (SBN - Sindicato dos Trabalhadores do Setor Financeiro de Portugal, Sindicato dos Bancários do Centro e Sindicato da Banca, Seguros e Tecnologias - Mais Sindicato), o banco decidiu adiar temporariamente as saídas.

Já o Sindicato Nacional dos Quadros e Técnicos Bancários (SNQTB) organizou, há duas semanas, manifestações frente a instalações do banco em Lisboa, Porto e Coimbra, mas cancelou o protesto de Faro após contactos que perspetivam "o relançamento do diálogo" com o banco Santander.

A Comissão de Trabalhadores do Santander Totta organiza esta quarta-feira (26 de maio) uma vigília em Lisboa, frente às instalações do banco, contra a ameaça de despedimento coletivo, segundo informação à Lusa.

Leia Também: Emprego: Grupo HIT tem 500 vagas para Castanheira do Ribatejo e Marateca

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório