Meteorologia

  • 13 MAIO 2021
Tempo
19º
MIN 12º MÁX 21º

Edição

Frente Comum marca greve da Função Pública para 20 de maio

A Frente Comum anunciou hoje uma greve da função pública para dia 20 de maio em defesa do aumento dos salários e da revogação do sistema de avaliação (SIADAP).

Frente Comum marca greve da Função Pública para 20 de maio
Notícias ao Minuto

12:36 - 04/05/21 por Lusa

Economia Greve

Em conferência de imprensa, o coordenador da Frente Comum, Sebastião Santana, disse que esta "não foi uma decisão tomada de ânimo leve", antes resulta de um longo período de falta de resposta aos problemas".

Além de uma greve de 24 horas, o dia de luta nacional ficará também marcado por uma concentração de trabalhadores em frente ao Conselho de Ministros, em Lisboa.

O pré-aviso de greve não abrange o setor da saúde devido ao contexto pandémico, mas espera-se que os trabalhadores possam participar em ações neste dia.

Relativamente aos restantes setores da administração pública, Sebastião Santana antecipa que esta vai ser "uma greve com muito impacto", salientando que este dia de luta nacional surge perante a "falta de vontade do Governo" em negociar as propostas apresentadas por esta estrutura sindical afeta à CGTP.

"O exemplo mais recente que temos de ausência de resposta é o caso do SIADAP [Sistema integrado de gestão e avaliação do desempenho na Administração Pública]", apontou o dirigente sindical precisando que o Governo já convocou os sindicatos para uma nova ronda negocial, a realizar no dia 10 de maio, sem ter feito até ao momento uma "proposta concreta".

Sublinhando que o que tem havido com o Governo não é uma efetiva negociação, mas "um simulacro de negociação", o dirigente sindical precisou ter chegado, por isso, o momento de os trabalhadores da administração pública "dizerem basta" a um processo que "à boleia da pandemia" esta a "tirar direitos" e a dar "ao Governo desculpas" para "não negociar matérias".

Além da revogação do SIADAP e de um aumento geral dos salários, a Frente Comum inclui ainda entre os motivos para este dia de luta a necessidade de dignificação das carreiras, a defesa dos serviços públicos e a correção da Tabela Remuneratória Única (TRU).

No final da reunião com os sindicatos realizada em 09 de abril, o secretário de Estado da Administração Pública referiu que a revisão do sistema de avaliação dos funcionários públicos vai produzir efeitos em 2023 e deverá manter as quotas para a nota mais elevada, embora relacionadas com o desempenho dos serviços, afastando um cenário de eliminação de quotas.

"Vejo com muita dificuldade que isso possa acontecer [a eliminação das quotas], o que podemos é ligá-las aos resultados apresentados pelos serviços", disse então o secretário de Estado da Administração Pública, José Couto, aos jornalistas.

Leia Também: Trabalhadoras de limpeza dos hospitais manifestaram-se contra corte

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2021 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório