Meteorologia

  • 25 NOVEMBRO 2020
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Perto de 42 mil empresas recorreram aos apoios pós lay-off simplificado

Quase 42 mil empresas recorreram até agora aos apoios que em agosto substituíram o 'lay-off' simplificado, sendo que a maior parte optou pelo incentivo financeiro que contempla um apoio equivalente a dois salários mínimos por trabalhador.

Perto de 42 mil empresas recorreram aos apoios pós lay-off simplificado
Notícias ao Minuto

18:42 - 30/09/20 por Lusa

Economia Covid-19

Estes dados foram avançados hoje pela ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, no final da reunião da Concertação Social, em que o Governo apresentou aos parceiros sociais uma proposta de reformulação da medida de apoio à retoma progressiva.

Segundo a ministra, das 41,4 mil empresas que recorreram aos apoios, 23,7 mil dirigiram-se ao incentivo financeiro extraordinário à normalização da atividade empresarial, através do qual é pago um valor equivalente a dois salários mínimos por trabalhador.

Este apoio é pago ao longo de seis meses e implica a manutenção do posto de trabalho durante esse período de pagamento e nos 60 dias subsequentes.

Naquele universo há ainda 10 mil empresas que recorreram ao apoio à retoma progressiva, que permite a redução do horário de trabalho em função da quebra de faturação das empresas, mas com limites.

Dentro do leque de três instrumentos financeiros disponibilizados às empresas a partir de agosto, em substituição do 'lay-off' simplificado, o que registou menos pedidos (7,7 mil) foi o que contempla a atribuição de um salário mínimo por trabalhador pago de uma vez.

No total, foram abrangidos por estes apoios cerca de 380 mil trabalhadores.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório