Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2020
Tempo
15º
MIN 7º MÁX 15º

Edição

China volta a subsidiar veículos elétricos para incentivar o consumo

O órgão máximo de planificação económica da China anunciou hoje várias medidas para incentivar o consumo interno no segundo semestre do ano, incluindo recuperar o programa de subsídios a veículos elétricos, informou a imprensa estatal.

China volta a subsidiar veículos elétricos para incentivar o consumo
Notícias ao Minuto

09:23 - 06/08/20 por Lusa

Economia veículos elétricos

O número dois da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma, Ning Jizhe, garantiu, em entrevista à cadeia televisiva CCTV, que "subsídios apropriados" vão ser oferecidos na compra de veículos elétricos.

Ning pediu ainda às cidades que aumentem a quota para a compra daquele tipo de veículos.

As principais cidades chinesas aplicam um sistema de lotaria para a concessão de matrícula, visando combater o congestionamento.

Não é a primeira vez que o órgão de planeamento chinês avança com um programa de subsídios para veículos elétricos.

Em junho do ano passado, no entanto, o Governo anunciou a redução para metade dos subsídios oferecidos na compra de veículos elétricos e a eliminação para aqueles com alcance inferior a 250 quilómetros por recarga.

O objetivo era obrigar os fabricantes a oferecer um produto mais competitivo, forçando-os a depender das suas vendas e não da ajuda pública.

No entanto, após o colapso das vendas de carros na China, devido à pandemia do novo coronavírus, que levou a uma queda de 56,4% na venda de elétricos, as autoridades decidiram recuar.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório