Meteorologia

  • 12 NOVEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 18º

Edição

Brexit: Impacto inevitável mas há estratégias para mitigar consequências

O impacto do Brexit no turismo é inevitável e já está a ser sentido, mas estão em curso estratégias para mitigar as consequências, afirmou hoje a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques.

Brexit: Impacto inevitável mas há estratégias para mitigar consequências
Notícias ao Minuto

18:09 - 05/11/19 por Lusa

Economia Brexit

mais do que evidente que o Brexit vai trazer consequências, já está a trazer. Até este período de incerteza e este desgaste que está a ser criado por força do processo se estar a arrastar há tanto tempo está a trazer um impacto que não era desejável", afirmou hoje à agência Lusa em Londres.

Para encorajar os turistas britânicos a continuar a visitar o país, em março deste ano, o Turismo de Portugal lançou a campanha 'Brelcome', trocadilho entre 'Brexit' e a palavra 'welcome' (inglês para 'bem-vindos'), no âmbito de um plano de contingência para minimizar o impacto económico da saída do Reino Unido da União Europeia.

Além de uma linha de atendimento 'online' dedicada e uma área informativa específica no portal VisitPortugal, os turistas britânicos vão beneficiar de facilidades como isenção de vistos, corredores dedicados nos aeroportos, utilização de seguros de saúde e reconhecimento das cartas de condução.

O objetivo é "tentar sossegar os britânicos, dizendo que Portugal continua cá, independentemente do que se passar, de braços abertos", disse a secretária de Estado.

Por outro lado, o Governo está a investir no crescimento de outros mercados emissores "que possam gradualmente vir a substituir o Reino Unido no curto e médio prazo", salientando os aumentos de visitantes da América do Norte, América Central, Ásia e Oceânia.

"Temos de garantir que este processo decorre com alguma normalidade, dentro da sua anormalidade", vincou Rita Marques, que hoje visitou a feira 'World Travel Market' (WTM), que abriu na segunda-feira e encerra na quarta-feira, no centro de exposições Excel London.

A participação nacional é coordenada pela Associação Turismo de Lisboa e integra 93 empresas e as sete Agências Regionais de Promoção Turística (Porto e Norte, Centro, Lisboa, Alentejo, Algarve, Madeira e Açores), que ocupam um 'stand' de 812 metros quadrados.

A presença na WTM faz parte de um conjunto de ações promocionais desenvolvidas junto do mercado britânico, o maior emissor de turistas para Portugal, responsável por dois milhões de hóspedes, nove milhões de dormidas e 2,8 mil milhões de euros em receitas em 2018.

A WTM, a maior feira britânica de Turismo e uma das mais importantes a nível mundial, completa este ano 40 anos, tem mais de 5.000 expositores de todo o mundo e os organizadores estimam a edição do ano passado que tenha resultado em contratos no valor de 3.500 milhões de euros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório