Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2020
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 23º

Edição

Novabase vende setores de negócio à Vinci Energies por 33 milhões

A empresa Novabase anunciou hoje a venda dos setores de negócio de governo, transportes e energia à Vinci Energies Portugal, num negócio avaliado em 33 milhões de euros.

Novabase vende setores de negócio à Vinci Energies por 33 milhões
Notícias ao Minuto

23:30 - 04/11/19 por Lusa

Economia Novabase

"A Novabase, Sociedade Gestora de Participações Sociais, S.A., sociedade aberta, vem, nos termos e para os efeitos do artigo 248.º do Código dos Valores Mobiliários, informar que celebrou hoje, juntamente com a sua subsidiária indireta Novabase Consulting SGPS, S.A., um contrato de venda, à VINCI Energies Portugal, S.A., do seu negócio de 'Application and Data Analytics' para os setores de governo, transportes e energia (Negócio GTE)", refere em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

Segundo o documento, a concretização da compra e venda ocorrerá nos próximos meses.

"Está sujeita à verificação de um conjunto de condições suspensivas habituais neste tipo de operações, incluindo a não oposição da Autoridade da Concorrência", explica.

O Negócio GTE emprega atualmente perto de 400 colaboradores e representou uma faturação de 35 milhões de euros em 2018.

O valor do negócio ascende a 33 milhões de euros, a ser pago "na data de concretização da transação, estando sujeito a ajustamentos, nos termos do contrato", acrescenta o comunicado ao mercado.

A este valor pode acrescer três milhões de euros, dependente do desempenho final da empresa que se vier a verificar no ano de 2019.

No mesmo comunicado, João Nuno Bento, CEO da Novabase SGPS, afirma que está "com muita confiança" no futuro.

"A Vinci Energies já demonstrou em transações anteriores ser uma entidade que atribui importância às pessoas que transitam com o negócio, integrando-as e oferecendo-lhes oportunidades de crescimento", diz.

João Nuno Bento salienta que para a Novabase esta operação permitirá acelerar a execução da sua estratégia.

"Liberta recursos importantes para os investimentos que pretendemos fazer e para honrar os compromissos que estabelecemos com os nossos acionistas, recentemente apresentados ao mercado", defende.

Já Pedro Afonso, CEO da Vinci Energies em Portugal, refere que este negócio vem consolidar a estratégia da empresa.

"Este negócio da Novabase é já hoje uma referência em 'know-how' e sofisticação de oferta no quadro europeu. Esta aquisição consolida assim a estratégia de crescimento e desenvolvimento da Vinci Energies em Portugal, através da sua marca AXIANS, já estabelecida como uma das principais parceiras de organizações privadas e públicas na área de transformação digital, com especialização vertical", frisa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório