Meteorologia

  • 26 NOVEMBRO 2020
Tempo
MIN 8º MÁX 15º

Edição

Troika quer cortes nos salários e pensões a título definitivo

O relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI) avisa que para cumprir as metas a que se propôs, Portugal terá de abandonar os pacotes de austeridade temporários e optar por medidas de carácter permanente. Neste conjunto estão referidos no documento os cortes nos salários e pensões, destaca hoje o Diário Económico, salientando que esta medida é apoiada por Bruxelas.

Troika quer cortes nos salários e pensões a título definitivo

“Para cumprir a meta do défice de 2,5% em 2015 será preciso um ajustamento estrutural primário adicional de cerca de 1% do PIB” e “um novo ajustamento estrutural primário de cerca de 1% do PIB será necessário depois de 2015 para atingir o objectivo do tratado orçamental”.

A conclusão consta do relatório do FMI, ontem (quarta-feira) divulgado, sobre a 8ª e 9ª revisões ao programa de ajustamento português.

Hoje, o Diário Económico esclarece que o que esta afirmação sugere é que mesmo depois de implementado o ‘pacote de austeridade’ previsto no Orçamento do Estado para 2014, que promete cortes nos salários e pensões dos funcionários públicos, a consolidação orçamental ainda estará longe do desejável.

Pelo que, acrescenta o relatório do FMI, será necessário aplicar mais 3,4 mil milhões de austeridade, o correspondente a 2% do PIB, depois de 2015.

Apesar de reconhecer que Portugal está num contexto de “fadiga de reformas” e que a margem para medidas alternativas é curta, o FMI deixa alerta para que o ajustamento das contas públicas seja feito menos com base em medidas temporários e mais em permanentes, como por exemplo, refere o documento, o corte nos salários e pensões.

O Diário Económico revela que esta posição é também partilhada por Bruxelas, salientando que se o Governo não pretender fazê-lo terá de encontrar medidas compensatórias de igual impacto na despesa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório