Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2019
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Angola é o país africano mais prejudicado com petróleo barato

A consultora Capital Economics considerou hoje que Angola será o país africano mais afetado pela redução dos preços do petróleo, antecipando uma perda de até 2,5% do PIB e uma nova recessão este ano.

Angola é o país africano mais prejudicado com petróleo barato
Notícias ao Minuto

13:12 - 23/08/19 por Lusa

Economia Angola

"Apesar de os benefícios serem espalhados por muitos países importadores de petróleo, as dores serão concentradas em poucos exportadores", argumentam os analistas desta consultora numa análise sobre o impacto da redução do preço do petróleo, que caiu mais de 7% só este mês, na qual escrevem que a Zãmbia será o país mais beneficiado, mas só poupará cerca de 0,6% do PIB com a redução do preço destas importações.

"A grande economia mais afetada seria Angola, que pode perder em receitas o equivalente a 2,5% do PIB; a continuada depreciação do kwanza, que acelerou recentemente, vai ajudar a preservar o valor em moeda local das parcas receitas petrolíferas, mas a economia vai provavelmente continuar a contrair-se este ano, encolhendo cerca de 1%, escrevem os analistas na nota enviada aos clientes e a que a Lusa teve acesso.

A queda dos preços do petróleo, explicam, "vai criar vencedores e perdedores em África, mas os ganhos dos vencedores vão ser pequenos e espalhados por dezenas de países, ao passo que as dores estarão concentradas em poucas economias", escreve a Capital Economics.

Os preços baixos do petróleo, argumentam, "são más notícias para a África subsaariana", uma região cujas exportações representam cerca de 4% do PIB, por isso "os preços baixos vão reduzir as receitas, forçando os consumidores a cortar na despesa e os governos a apertar a política orçamental".

A longo prazo, "um período de preços baixos pode também desenconrajar invesimentos no setor dos hidrocarbonetos, o que é particularmente provável em países como Angola, que está a procurar financiamento para os investimentos na produção ao largo da costa, que é cara", concluem os analistas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório