Meteorologia

  • 05 MARçO 2021
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 17º

Edição

Lucro do Commerzbank caiu 26,7% no 1.º semestre para 391 milhões

O Commerzbank, que é detido parcialmente pelo Estado alemão, registou um lucro de 391 milhões de euros até junho, menos 26,7% que no mesmo período do ano passado, anunciou hoje o banco.

Lucro do Commerzbank caiu 26,7% no 1.º semestre para 391 milhões
Notícias ao Minuto

15:32 - 07/08/19 por Lusa

Economia Resultados

Este resultado líquido é justificado pelo banco devido à queda das receitas e ao aumento das provisões para créditos de cobrança duvidosa.

As receitas líquidas provenientes dos juros subiram 9,5% nos seis primeiros meses do ano, para 2.505 milhões de euros, face a igual período do ano passado, impulsionadas pelo aumento do crédito e pela queda dos custos de financiamento, embora as comissões tenham diminuído em 3,7% para 1.507 milhões de euros.

Em comunicado, o banco explica ainda que o aumento dos clientes mitigou o efeito das taxas de juro negativas, das margens de intermediação ajustadas e das exigências dos reguladores.

No entanto, o resultado do negócio com as empresas "não foi muito bom" no segundo trimestre deste ano.

Os custos operacionais diminuíram no primeiro semestre para 3.150 milhões de euros (3,8%) e o resultado operacional também caiu para 542 milhões de euros (17,7%).

O presidente do Commerzbank, Martin Zielke, afirmou que a instituição financeira prosseguiu o seu "ritmo de crescimento" e "progrediu significativamente" no negócio com os clientes.

Há algumas semanas, o Commerzbank, que interrompeu as conversações sobre a fusão com o Deutsche Bank por falta de viabilidade, apresentou nos seis primeiros meses do ano uma taxa de crédito de cobrança duvidosa de 0,8%, contra 0,9% em 2018 e um rácio de capital básico de maior qualidade (CET1) de 12,9%.

O segundo maior banco privado alemão, que reduziu as despesas em 4% no período em análise, espera alcançar um pequeno aumento nas receitas no próximo ano.

O Commerzbank também tem como objetivo atingir um rácio de capital CET1 de 12,75% no final deste ano e despesas abaixo de 6.800 milhões de euros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório