Meteorologia

  • 17 JUNHO 2019
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 16º

Edição

Bolsas em alta pendentes do Brexit e da guerra entre Washington e Pequim

As principais bolsas europeias estavam hoje em alta, pendentes da evolução do preço do petróleo, do 'Brexit' e da guerra comercial entre Washington e Pequim.

Bolsas em alta pendentes do Brexit e da guerra entre Washington e Pequim
Notícias ao Minuto

09:21 - 24/05/19 por Lusa

Economia mercados

Cerca das 09:05 em Lisboa, o EuroStoxx 600 avançava 0,54% para 375,79 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt subiam 0,57%, 0,87% e 0,66%, bem como as de Madrid e Milão, que avançavam 0,50% e 0,91%, respetivamente.

Depois de ter aberto em alta, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e cerca das 09:05 o principal índice, o PSI20, subia 0,84% para 5.100,29 pontos.

Os mercados estão pendentes da guerra comercial entre os Estados Unidos e a China, vendo como cada vez mais difícil uma trégua entre os dois países, apesar de o Presidente norte-americano, Donald Trump, ter assegurado que está "otimista de que nalgum momento" se chegará a um acordo.

No âmbito da guerra comercial, os investidores temem que a administração Trump amplie as sanções contra novas empresas chinesas e que a Casa Branca proíba empresas norte-americanas de transferirem tecnologia para outras cinco empresas chinesas, que se uniriam à Huawei.

Dentro de um mês, Trump deverá reunir-se com o Presidente chinês, Xi Jinping, na cimeira do G20 em Osaka (Japão).

Antes da abertura dos mercados na Europa soube-se que o Índice de Preços no Consumidor do Japão subiu 0,9% em abril em relação ao mesmo mês de 2018, a 28.ª subida homóloga consecutiva.

Na Europa, os mercados também estão pendentes da evolução política no Reino Unido, onde hoje continuam as eleições para o Parlamento Europeu e onde meios de comunicação locais afirmam que a primeira-ministra britânica, a conservadora Theresa May, poderia apresentar a demissão.

As sondagens das eleições europeias no Reino Unido apontam para o 'pior' resultado de sempre do Partido Conservador da primeira-ministra, Theresa May.

Em Nova Iorque, a bolsa de Wall Street terminou em baixa na quinta-feira, com o Dow Jones a cair 1,11% para 25.490,47 pontos, depois de ter atingido 26.828,39 pontos em 03 de outubro de 2018, atual máximo desde que foi criado, em 1896.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a recuar 1,58% para 7.628,28 pontos, contra o atual máximo de sempre, de 8.164,00 pontos, verificado em 06 de maio.

A nível cambial, o euro abriu em alta no mercado de divisas de Frankfurt, mas a cotar-se a 1,1183 dólares, contra 1,1148 euros na quinta-feira.

O barril de petróleo Brent para entrega em julho abriu hoje em baixa, a cotar-se pela primeira vez desde as últimas semanas abaixo dos 70 dólares, a 68,61 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, menos 1,4% do que na sessão anterior e o mínimo desde março.

O barril de petróleo Brent esteve acima dos 85 dólares no início de outubro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório