Meteorologia

  • 24 MAIO 2019
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 18º

Edição

Jerónimo Martins aumenta em 6% prémio anual dos colaboradores

A Jerónimo Martins anunciou hoje que decidiu aumentar em 6% o prémio anual dos colaboradores das lojas e logística, num total de 38 milhões de euros, cerca de 10% dos lucros de 2018, medida que abrange 80% dos colaboradores.

Jerónimo Martins aumenta em 6% prémio anual dos colaboradores
Notícias ao Minuto

18:28 - 18/04/19 por Lusa

Economia Lucros

Em comunicado, a dona do Pingo Doce refere que "decidiu aumentar para o montante de 475 euros o prémio anual através do qual partilha com os colaboradores do grupo, sobretudo das operações (lojas e logística), a satisfação com os resultados atingidos em 2018".

O prémio individual, cujo montante é igual nos três mercados onde opera - Portugal, Polónia e Colômbia - "abrange cerca de 80% dos colaboradores e corresponde a um montante global de 38 milhões de euros, equivalente a aproximadamente 10% dos resultados líquidos consolidados alcançados no ano passado", acrescenta.

O grupo refere que o Conselho de Administração da Jerónimo Martins "aprovou a proposta do seu presidente, Pedro Soares dos Santos, no sentido de aumentar o valor deste prémio em cerca de 6% face ao ano anterior".

A Jerónimo Martins emprega cerca de 108.500 colaboradores, dos quais quase um terço (30%) em Portugal, mercado onde criou 713 postos no ano passado, segundo o grupo.

"Este prémio, de natureza extraordinária, acumula com a remuneração variável mensal em vigor e com os vários programas e acções de apoio aos colaboradores nas áreas da saúde, da educação e do bem-estar familiar, nos quais, no ano passado, em Portugal, o grupo investiu mais de 2,7 milhões de euros", refere.

Na saúde, foram investidos mais de um milhão de euros em iniciativas e na educação 800 mil euros, sendo que nesta última área foram atribuídas mais de 100 bolsas de estudo a colaboradores e filhos que não tiveram apoios estatais.

No que respeita à área de bem-estar familiar, no ano passado a Jerónimo Martins investiu perto de 880 mil euros, "que incluem os mais de 640 mil euros alocados ao fundo de emergência social, que apoiou mais de 700 colaboradores nas áreas da alimentação, saúde, educação, aconselhamento jurídico e orientação financeira".

O lucro da Jerónimo Martins subiu 4,1% no ano passado, face a 2017, para 401 milhões de euros, com as vendas do grupo a avançarem 6,5% para 17.337 milhões de euros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório