Meteorologia

  • 27 MARçO 2019
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 19º

Edição

Adiamento do Brexit anima bolsas europeias que 'acordam' em alta

As principais bolsas europeias estavam hoje em alta, depois de o parlamento britânico ter votado na quinta-feira a favor de um adiamento do Brexit.

Adiamento do Brexit anima bolsas europeias que 'acordam' em alta
Notícias ao Minuto

09:32 - 15/03/19 por Lusa

Economia Ações

Cerca das 09:10 em Lisboa, o EuroStoxx 600 estava em alta, a subir 0,13% para os 379,02 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt avançavam 0,51%, 0,37% e 0,12% respetivamente, bem como as de Madrid e Milão, que avançavam 0,32% e 0,19%.

Depois de ter aberto em baixa, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 09:10, o principal índice, o PSI20, recuava 0,03% para 5.270,08 pontos.

Agora, depois da terceira votação do Parlamento britânico, o Governo do Reino Unido deverá pedir à União Europeia o adiamento da saída do país da UE, fixada para 29 de março e assim acordar um roteiro com o parlamento.

À espera dos desenvolvimentos do Brexit, os investidores também estão pendentes das negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China, depois do primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, ter-se mostrado confiança num bom andamento das conversações.

Os investidores também estão a digerir ainda a revisão em baixa das perspetivas económicas para a zona euro para este ano e 2020 do BCE, que na passada quinta-feira também anunciou injeções de liquidez de curto prazo e adiou para 2020 o início da subida das taxas de juro.

Anteriormente, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) também reviu em baixa as previsões económicas da zona euro e dos países do G20 em 2019 e 2020, num contexto marcado pela desaceleração das economias europeias e as tensões comerciais entre os Estados Unidos e a China.

Em Nova Iorque, a bolsa terminou mista na quinta-feira, com o Dow Jones a subir 0,03% para 25.709,94 pontos, depois de ter atingido em 03 de outubro os 26.828,39 pontos, atual máximo desde que foi criado em 1896.

Em sentido contrário, o Nasdaq fechou a recuar 0,16% para 7.630,91 pontos, após ter subido até aos 8.109,69 pontos em 29 de agosto, atual máximo de sempre.

A nível cambial, o euro abriu em alta no mercado de divisas de Frankfurt, a cotar-se a 1,1319 dólares, contra 1,1305 dólares na quinta-feira.

O barril de petróleo Brent para entrega em maio abriu hoje em alta, a cotar-se a 67,38 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, mais 0,22% do que na sessão anterior e depois de ter estado acima dos 85 dólares no início de outubro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório