Meteorologia

  • 18 ABRIL 2019
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 16º

Edição

Galp e Estado moçambicano instalam eletricidade oriunda do sol em aldeias

A Fundação Galp e o Fundo de Energia estatal moçambicano (Funae) inauguraram hoje o primeiro de quatro sistemas solares fotovoltaicos e rede elétrica em aldeias sem energia, anunciaram os promotores.

Galp e Estado moçambicano instalam eletricidade oriunda do sol em aldeias
Notícias ao Minuto

16:39 - 16/02/19 por Lusa

Economia Empresas

As ruas de Chissinguane, aldeia da província de Sofala, no centro do país, passam a ter iluminação pública e a eletricidade vai estar disponível em casas particulares, bancas de comércio, na secretaria administrativa e no hospital da aldeia.

No total, são mais de 1.400 habitantes beneficiados, destaca a Fundação Galp, que a designa como "primeira Aldeia Solar" do projeto Energiza, uma iniciativa de responsabilidade social que, numa primeira fase, abrange duas povoações em Sofala (incluindo a hoje visitada), uma em Cabo Delgado e outra em Manica.

A projeto prevê a instalação de sistemas solares fotovoltaicos e o acesso a eletricidade em comunidades sem energia, estimando-se que sejam beneficiados seis mil moçambicanos.

O investimento total ronda os 600 mil euros e vai gerar aproximadamente 50 KWh de energia elétrica de origem renovável.

"Tendo em conta que 64% dos moçambicanos vive em zonas rurais e sem acesso a energia, projetos desta natureza têm um forte impacto na vida das comunidades", justifica a Fundação Galp, em comunicado.

A fundação é uma instituição de direito privado, sem fins lucrativos, criada em 2009 pelo grupo português do setor energético Galp, orientada para a prestação de serviços à comunidade e desenvolvimento sustentado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório