Meteorologia

  • 21 MAIO 2019
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 17º

Edição

ISEG estima que economia cresça 2,2% em 2018 e desacelere em 2019

O crescimento da economia portuguesa deverá ficar em 2,2% este ano, sendo de esperar uma desaceleração em 2019, segundo a síntese de conjuntura mensal do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) divulgada hoje.

ISEG estima que economia cresça 2,2% em 2018 e desacelere em 2019
Notícias ao Minuto

12:39 - 22/01/19 por Lusa

Economia síntese

"Com base na evolução dos principais indicadores quantitativos (ainda não completos no que respeita a dezembro) estima-se que a economia portuguesa tenha crescido 2,0% em termos homólogos (0,7% em relação ao trimestre anterior) durante o 4º trimestre de 2018", lê-se no documento.

Para a totalidade do ano de 2018, o ISEG estima que o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) tenha sido de 2,2%, abaixo dos 2,3% estimados pelo Governo.

Os indicadores de confiança continuaram a desacelerar no quarto trimestre, com exceção do setor da construção, "embora mantendo níveis historicamente elevados", sublinha o grupo de análise económica.

Para 2019, "tendo em conta o atual maior pessimismo e as previsões de desaceleração do crescimento económico internacional e na área euro, espera-se uma desaceleração no crescimento do PIB [Produto Interno Bruto] em Portugal", estima o ISEG.

"A dimensão desta desaceleração é atualmente bastante incerta, devido aos focos de instabilidade ainda não resolvidos que estão na sua origem, podendo ser pouco ou muito pronunciada", acrescenta o instituto.

Na anterior síntese de conjuntura de dezembro, o ISEG estimava um crescimento do PIB em 2018 entre 2,1% a 2,3%.

Para 2019, o Governo espera que a economia cresça 2,2%.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório