Meteorologia

  • 21 SETEMBRO 2018
Tempo
25º
MIN 23º MÁX 26º

Edição

"Fui proibido de falar de rendas excessivas"

O antigo secretário de Estado da Energia do governo de Passos Coelho revela, à SIC, que foi "proibido de falar nas rendas excessivas" da EDP.

"Fui proibido de falar de rendas excessivas"
Notícias ao Minuto

23:44 - 12/07/18 por Notícias Ao Minuto 

Economia Energia

Henrique Gomes foi secretário de Estado da Energia de Passos Coelho, em 2011, mas manteve-se no cargo apenas durante nove meses.

Na grande reportagem da SIC, emitida esta quinta-feira, Henrique Gomes conta que quis fazer frente à questão das rendas da EDP e revela que foi “proibido” de falar nesse assunto.

“Não se podia fazer nada. A chave estava no primeiro-ministro. Portanto, o primeiro-ministro ou estava de um lado ou estava do outro”, sublinha, lembrando que foi “proibido de falar nas rendas excessivas”.

Diz que não teve falta de apoio do ministro da altura, porém, não foi suficiente para se manter em funções.

A reportagem da SIC 'Acerto de Contas' analisou  as inúmeras 'taxas e taxinhas' que integram a conta final da factura da electricidade que os portugueses pagam mensalmente. A fatia da conta dessas mesmas taxas equivale a quase metade da factura. Uma delas são os ditos CMEC (Custos de Manutenção de Equilíbrio Contratual) pagos pelos consumidores à EDP, que estão na origem de suspeitas de favorecimento à eléctrica durante sucessivos governos e que deram origem à comissão de inquérito onde vão ser ouvidas cem personalidades, incluindo primeiros-ministros desde 2004. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório