Meteorologia

  • 21 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 20º

'Meia hora à Sporting'. O fenómeno cozinhado por Rúben Amorim

Triunfo em Famalicão deixou os leões mais perto do título e foi construído com mais um golo dentro da primeira meia hora. Tendência tem ditado o sucesso do treinador esta época.

'Meia hora à Sporting'. O fenómeno cozinhado por Rúben Amorim
Notícias ao Minuto

07:30 - 19/04/24 por Miguel Simões

Desporto I Liga

Dentro do panorama futebolístico, a primeira parte do provérbio 'Deitar cedo e cedo erguer, dá saúde e faz crescer' rapidamente poderia ser substituído por 'marcar cedo e cedo vencer', até porque tem sido precisamente essa a tendência do Sporting na presente temporada.

À entrada para as últimas cinco jornadas, o conjunto de Rúben Amorim segue confortável na liderança da I Liga, com 77 pontos (mais sete por comparação ao rival Benfica) e a verdade é que, grande parte desse sucesso se deve às boas entradas em campo.

Os dados são claros para os primeiros 30 minutos de cada partida do campeonato português, uma vez que o Sporting é quem mais marca (25 golos) e quem menos sofre (apenas quatro). Já no que toca a pontos, caso os resultados se baseassem nessas primeiras meias horas, os leões seriam líderes com 57 pontos, deixando FC Porto (46), Vitória SC (46) e Benfica (44) bem para trás.

Posição Clube Vitórias Empates Derrotas Golos marcados Golos sofridos Pontos
1.º Sporting 15 12 2 25 4 57
2.º FC Porto 11 13 5 14 8 46
3.º Vitória SC 11 13 5 13 7 46
4.º Benfica 9 17 3 14 5 44
5.º Famalicão 7 17 5 10 8 38
6.º Moreirense 8 13 8 11 10 37
7.º Casa Pia 6 17 6 8 11 35
8.º Boavista 7 13 9 16 14 34
9.º Farense 7 13 9 10 10 34
10.º Sp. Braga 7 13 9 9 12 34
11.º Gil Vicente 5 18 6 6 8 33
12.º Estoril 5 17 7 11 13 32
13.º Arouca 6 14 9 11 13 32
14. Rio Ave 4 20 5 8 10 32
15.º Estrela 5 16 8 8 9 31
16.º Desp. Chaves 5 16 8 9 19 31
17.º Portimonense 5 12 12 8 19 27
18.º Vizela 5 12 12 6 17 27

Últimos jogos têm vincado a tendência

O mais recente triunfo do Sporting, em Famalicão (0-1), foi decidido pelo tento certeiro de Pedro Gonçalves (20'), mas a verdade é que não faltam outros exemplos dos últimos encontros dos leões no campeonato, cujo bom arranque em cada um deles acabaria por ser fundamental para ditar o sucesso 'espelhado' pelo resultado final.

Frente ao Gil Vicente (0-4), Francisco Trincão (8' e 30') e Ousmane Diomande (10') vestiram o papel de protagonistas do cenário em questão, sendo que, precisamente antes desse jogo, ainda é possível destacar o golo de Geny Catamo ao Benfica (2-1), dentro do primeiro minuto do dérbi que deixou o conjunto de Alvalade mais tranquilo no trono da I Liga.

Há, claro, exemplos contrários a este tendência, como a goleada ao Boavista (6-1), há sensivelmente um mês, em que os axadrezados estiveram a vencer (com golo de Makouta ao terceiro minuto) até aos 44 minutos, quando Viktor Gyokeres deu início à épica remontada. Mesmo assim, o Sporting soube como contornar esse (raro) mau arranque.

Esta poderá ser, assim, a estratégia ideal de Rúben Amorim para manter a perseguição do 20.º título de campeão nacional da história dos leões, mas a verdade é que as contas só se fazem após o apito final. Nesse capítulo, o Sporting não há dúvidas de que o Sporting tem sido a equipa mais forte do campeonato, em toda a linha. Manterá a tendência? A seu tempo saberemos...

Leia Também: Sporting aproximou-se do título e adeptos reagiram assim em Famalicão

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório