Meteorologia

  • 15 ABRIL 2024
Tempo
23º
MIN 14º MÁX 24º

Belenenses recorda transição de Artur Jorge de futebolista para treinador

O Belenenses recordou o fim da carreira de futebolista e o início do percurso como treinador no clube de Artur Jorge, antigo selecionador luso e treinador campeão europeu pelo FC Porto, que morreu hoje aos 78 anos.

Belenenses recorda transição de Artur Jorge de futebolista para treinador
Notícias ao Minuto

12:14 - 22/02/24 por Lusa

Desporto Óbito

"Os órgãos sociais do Clube de Futebol 'Os Belenenses' tomaram conhecimento do falecimento de Artur Jorge, aos 78 anos, avançado que totalizou 51 jogos e 14 golos de Cruz de Cristo ao peito entre as temporadas 1975/76 e 1977/78, tendo regressado ao Restelo em 1981/82 para orientar o plantel sénior em nove partidas", explicaram.

Em comunicado assinado pelos órgãos sociais do clube do Restelo, que alinha agora na II Liga de futebol, estes expressaram "as mais sentidas condolências" a todos os seus familiares e amigos, "neste momento difícil e em nome de toda a família belenense".

"É com profunda tristeza que a família de Artur Jorge Braga de Melo Teixeira comunica o seu falecimento, esta madrugada, em Lisboa, após doença prolongada. Morreu serenamente, rodeado dos familiares mais próximos", lê-se em comunicado da família.

Como treinador, Artur Jorge, nascido no Porto, teve o momento alto da sua carreira em 1986/87, ao vencer a Taça dos Clubes Campeões Europeus ao serviço do FC Porto.

A carreira de treinador começou em 1980/81, como adjunto no Vitória de Guimarães, estreando-se na época seguinte como treinador principal no Belenenses, numa época em que também esteve no Portimonense, antes de rumar ao conjunto 'azul e branco'.

Artur Jorge chegou ao FC Porto em 1984/85 e saiu após vencer a Taça dos Campeões Europeus para treinar os franceses do Matra Racing, tendo regressado em 1988/89.

A primeira passagem pela seleção portuguesa acontece em 1990 e 1991, iniciando o falhado apuramento para o Euro1992, seguindo-se uma passagem pelo Paris Saint-Germain, antes do regresso a Portugal para treinar, sem sucesso, a equipa do Benfica.

Artur Jorge voltou a comandar a seleção no apuramento para o Mundial1998, que também falhou, seguindo-se passagens por Tenerife, Vitesse, Paris Saint-Germain, Al Nassr e Al Hilal (Arábia Saudita), Académica, CSKA Moscovo, Al Nasr (Kuwait), Creteil Lusitanos e Alger, além de outros cargos como selecionador, na Suíça e nos Camarões.

Ao longo da carreira de treinador, Artur Jorge somou três campeonatos portugueses, uma Supertaça e uma Taça de Portugal pelo FC Porto, para além do torneio europeu, dando ainda ao Paris Saint-Germain o seu segundo título de campeão, em 1993/94.

Como futebolista, Artur Jorge começou a carreira nos 'dragões', mas cedo se mudou para a Académica, da qual seguiu para o Benfica, onde teve os principais momentos, terminando a carreira no Belenenses e nos norte-americanos do Rochester Lancers.

Pelos 'encarnados', o avançado, que também foi 16 vezes internacional pela seleção portuguesa de futebol, conquistou quatro campeonatos e duas Taças de Portugal.

Leia Também: Marcelo Rebelo de Sousa e a morte de Artur Jorge: "Será sempre lembrado"

Leia Também: Morreu Artur Jorge, antigo selecionador nacional, aos 78 anos

Leia Também: Dos clubes à seleção (e não só). As reações à morte de Artur Jorge

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório