Meteorologia

  • 21 FEVEREIRO 2024
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 20º

Jackson aproveitou a 'lei de Murphy' do Tottenham em jogo de loucos

Houve cinco golos anulados, duas expulsões e muitas outras incidências de relevo neste jogo.

Jackson aproveitou a 'lei de Murphy' do Tottenham em jogo de loucos
Notícias ao Minuto

22:09 - 06/11/23 por Notícias ao Minuto

Desporto Premier League

A Premier League ofereceu aos seus adeptos o melhor espetáculo da época, nesta segunda-feira. O Chelsea venceu o Tottenham, por 1-4, num dérbi londrino cheio de emoções - houve cinco golos anulados, duas expulsões e muitas outras incidências...

Foi uma primeira parte frenética em Londres, num duelo de vizinhos. O Tottenham adiantou-se logo aos cinco minutos de jogo contra o Chelsea, através de uma arrancada decidida de Dejan Kulusevki, a partir da direita para o meio. Dez minutos depois, foi a vez de Heung Min-Son, que já contava com oito golos esta época, ampliar o marcador. No entanto, houve fora-de-jogo. 

Aos 23 minutos, outro golo foi anulado mas desta vez ao Chelsea, por mão na bola. Raheem Sterling teve de 'reprimir' os festejos. E, como não há duas sem três, o jovem Moises Caicedo viu outro tento ser revertido pela equipa de arbitragem, mantendo o resultado em 1-0 favorável aos spurs. 

Espalhava-se o sentimento de intranquilidade no Chelsea, que culminou numa expulsão de Cristian Romero. O argentino fez uma falta feia sobre o colega de seleção Enzo Fernández e viu o vermelho direto. Foi marcada grande penalidade no lance, convertida por Cole Palmer. 1-1. Os problemas de Postecoglu aumentaram com as lesões de Van de Ven e Maddison, ainda antes do intervalo. 

Na segunda parte, o Chelsea foi tentando romper a muralha defensiva do Tottenham. A bola não entrou por milagre na baliza de Vicario após um corte em cima da linha de golo, aos 55. O guardião italiano impediu mais vezes o golo, especialmente com uma defesa impressionante, aos 67', a remate de Cucurella. De referir que Destiny Udogie, defesa do Tottenham, viu o segundo amarelo e deixou a sua equipa com nove elementos.

O Chelsea fez o 1-2 a praticamente 15 minutos do 'soar do bombo' com um golo de Nicolas Jackson, ele que tem sido tantas questionado pela falta de eficácia. Já nos descontos, o avançado voltou a faturar duas vezes em jogadas semelhantes, de ataque rápido, aproveitando o despovoamento da defensiva do Tottenham. Resultado final fixou-se em 1-4. 

Os spurs perderam pela primeira vez na Premier League esta época, deixando o Manchester City ficar com o primeiro lugar da tabela classificativa (a equipa de Guardiola tem 27 pontos, mais um que a de Postecoglu). Já os blues reúnem três pontos valiosos e somam 15, no décimo lugar.

Onzes

Tottenham: Vicario, Porro, Romero, Van de Ven, Udogie, Bissouma, Sarr, Kulusevki, Maddison, Johnson, Son. 

Chelsea: Sanchez, James, Disasi, Silva, Colwill, Caicedo, Fernandez, Palmer, Gallagher, Sterling, Jackson.

Antevisão

Um duelo de vizinhos, em situações bastante distintas. O Tottenham, renovado de ambição com a chegada de Ange Postecoglu, encontra-se em segundo lugar na Premier League. Já o Chelsea, de Pocchettino, tarda em encontrar o seu ritmo após uma janela de transferências 'louca'. 

Heung Min-Son é o jogador a ter em conta do Tottenham, já com oito golos marcados nesta edição da Premier. Do lado do Chelsea, o melhor marcador é Raheem Sterling, com uns parcos três golos. Os blues encontram-se em 11.º lugar, com 12 pontos. 

Acompanhe, em direto, todas as incidências do encontro, com o Desporto ao Minuto. 

Leia Também: Ex-Chelsea perde quase um milhão de euros com restaurante falido

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório