Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2022
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 17º

Treinador Miguel Afonso suspenso após acusações de assédio sexual

Informação foi confirmada pelo emblema minhoto.

Treinador Miguel Afonso suspenso após acusações de assédio sexual
Notícias ao Minuto

12:21 - 30/09/22 por Notícias ao Minuto

Desporto Futebol feminino

O Famalicão emitiu, esta sexta-feira, que decidiu suspender de funções o treinador Miguel Afonso, depois deste ter sido acusado de assédio sexual por jogadoras do Rio Ave, clube que tinha representado na época passada.

"O Futebol Clube Famalicão com o interesse máximo de salvaguardar os seus valores, as suas pessoas e o seu emblema, vem comunicar, face aos acontecimentos ocorridos no dia de ontem, a suspensão de funções, por mútuo acordo e com efeitos imediatos, do treinador Miguel Afonso até que a verdade dos factos seja apurada", pode ler-se na nota publicada pelo clube famalicense nas redes sociais.

"De momento, assumirá as funções de treinador principal, de forma interina, o técnico Renato Lobo e restante equipa técnica. O Futebol Clube Famalicão renova que não se revê em nenhuma atitude de teor abusivo ou de desigualdade de género, seguindo o seu caminho assente nos valores em que acredita e com o objetivo único de dignificar cada vez mais este emblema", prossegue o clube que milita no campeonato nacional de futebol feminino.

"Mais uma vez o Futebol Clube Famalicão manifesta total disponibilidade a todas as partes envolvidas e às entidades competentes para coadjuvar no alcance da verdade", termina o comunicado do clube minhoto.

Recorde-se que, na quinta-feira, o jornal Público noticiou que várias futebolistas que alinharam no Rio Ave em 2020/21 denunciaram ações de assédio do então treinador do clube de Vila do Conde, já depois de ter estado na época passada na Ovarense.

Ainda de acordo com o jornal, Miguel Afonso, de 40 anos, terá trocado mensagens íntimas com jogadoras do emblema da Foz do Ave, com idades entre os 18 e 20 anos.

O Rio Ave admitiu ter tido conhecimento de "abordagens despropositadas" do treinador, mas que o assunto, a pedido das futebolistas, não teve seguimento.

Fonte da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) confirmou ao Desporto ao Minuto a abertura de um processo de inquérito ao treinador Miguel Afonso após estas denúncias terem sido conhecidas.

O Regulamento de Disciplina da FPF prevê, desde 01 de julho último, data da sua mais recente atualização, a punição de casos de assédio sexual por parte de treinadores, no artigo 126.º-B.

"O dirigente que importunar agente desportivo adotando comportamento indesejado de caráter sexual, sob a forma verbal, não verbal ou física, é punido com suspensão de três meses a um ano", lê-se no referido articulado, que, segundo o ponto 183.º do mesmo documento, alarga a sua cobertura a todos os outros agentes desportivos não especificados -- nos casos infrações de jogadores aplica-se o 150.º-A.

Leia Também: Divulgadas alegadas mensagens de Miguel Afonso para jogadora

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório