Meteorologia

  • 09 DEZEMBRO 2022
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 17º

Ex-jogador do Everton chamado a combater pelo exército russo na Ucrânia

Pai de Diniyar Bilyaletdinov confirmou que este "recebeu uma notificação" para seguir para a guerra.

Ex-jogador do Everton chamado a combater pelo exército russo na Ucrânia
Notícias ao Minuto

14:28 - 28/09/22 por Notícias ao Minuto

Desporto Rússia

O ex-internacional russo Diniyar Bilyaletdinov foi convocado pelo governo liderado por Vladimir Putin para combater na guerra, na Ucrânia, on seguimento da mobilização parcial por este decretada, na passada semana.

O anúncio foi feito pelo próprio pai do antigo jogador, que representou clubes como Everton, Spartak Moscovo ou Lokomotiv Moscovo, em declarações prestadas à agência estatal do país RIA Novosti, esta quarta-feira.

"O Diniyar recebeu uma notificação. É difícil falar sobre emoções, porque ele não serviu no exército, apesar de ter cumprido o serviço militar, mas foi algo específico, relacionado com o desporto. Foi há 19 anos", começou por afirmar.

"Sim, ele leu o juramento, mas serviu na linha desportiva. A lei diz para chamar pessoas até aos 35 anos de idade, e ele tem 37, por isso, existe uma certa inconsistência. Agora, ele vai tentar perceber se a notificação está correta ou se foi enviada antecipadamente", prosseguiu.

"Tudo pode acontecer. Se houvesse uma mobilização geral, então, não haveria necessidade de levantar questões. Até lá, o presidente estabeleceu uma mobilização parcial, e tudo deve ser feito em conformidade com a lei", completou.

Leia Também: Frontex: Número de russos que entra na UE sobe 30% depois de mobilização

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório